Educação e linguagem: uma reflexão teórica acerca da formação das identidades das crianças sem-terra

  • Jaqueline Cerezoli Unioeste
  • Eliane Cardoso Brenneisen unioeste

Resumo

ESTE TRABALHO REALIZA UMA REFLEXÃO TEÓRICA A RESPEITO DA FORMAÇÃO DAS IDENTIDADES DAS CRIANÇAS SEM-TERRINHA, TENDO EM VISTA O MODELO EDUCACIONAL PROPOSTO PELO MOVIMENTO DOS TRABALHADORES SEM-TERRA. A ESCOLHA DESTE TEMA DEU EM VIRTUDE DA ABORDAGEM EDUCACIONAL QUE O MST TEM MANTIDO EM SUAS ESCOLAS, QUE ATRIBUI ACENTUADA IMPORTÂNCIA À FORMAÇÃO DE JOVENS E CRIANÇAS COMO MILITANTES. BUSCA-SE VERIFICAR DE QUE MANEIRA A FORMAÇÃO MILITANTE OFERECIDA NAS FRONTEIRAS DO ACAMPAMENTO INFLUENCIA NA FORMAÇÃO DAS IDENTIDADES. O ARTIGO, À LUZ DAS BIBLIOGRAFIAS APRESENTADAS, PRETENDE PROBLEMATIZAR O TEMA OBSERVANDO-O TANTO PELO PRISMA DE AUTORES QUE DEFENDAM A CHAMADA PEDAGOGIA DO MOVIMENTO, QUANTO POR OUTROS QUE DETÉM UMA POSIÇÃO MAIS CRÍTICA EM RELAÇÃO À ABORDAGEM EDUCACIONAL PRETENDIDA PELO MST. POR MEIO DESTE ARTIGO FOI POSSÍVEL VERIFICAR A NECESSIDADE DE MAIORES ESTUDOS E PESQUISAS EM RELAÇÃO AO MODELO EDUCACIONAL VEICULADO PELO MST, POIS APESAR DE FÉRTIL O CAMPO DE PESQUISAS QUE APÓIAM A EDUCAÇÃO DO MOVIMENTO, AINDA É ESCASSA A BIBLIOGRAFIA DEDICADA A ANALISAR TAL ABORDAGEM EDUCACIONAL.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-07-24
Como Citar
Cerezoli, J., & Brenneisen, E. C. (2012). Educação e linguagem: uma reflexão teórica acerca da formação das identidades das crianças sem-terra. Educação Por Escrito, 3(1). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/porescrito/article/view/11335
Seção
Artigos