[1]
M. K. Perussatto, “FILHOS LIVRES DAS ESCRAVAS: TRABALHO E INSTRUÇÃO NO PROCESSO EMANCIPACIONISTA – RIO PARDO/RS”, Oficina do Hist., p. 1301-1312, out. 2014.