Órfãos e estrangeiros no Juízo dos Órfãos

  • José Carlos da Silva Cardozo UNISINOS/UFRGS
Palavras-chave: Estrangeiros, Tutela, Juizado de Órfãos.

Resumo

Diante das vicissitudes encontradas pelas famílias de imigrantes, muitas vezes, a vida familiar se desorganizava e os menores acabavam sofrendo os impactos dessa mudança. Muitos são os casos que chegaram ao conhecimento da Justiça em que doenças, acidentes, maus-tratos e mesmo a morte dos pais da criança acabavam por provocar a dissolução familiar. Para as famílias que possuíssem menores como seus integrantes, havia um juizado especial que zelava pelo cuidado para com essas crianças, o Juízo dos Órfãos. Esta instituição cuidava para que os menores que vivessem essa situação de desagregação familiar recebessem um adulto legalmente constituído como seu responsável. O objetivo desse estudo é verificar, através dos processos de tutela, o cotidiano das crianças e das famílias que passavam por essas situações de crise.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Carlos da Silva Cardozo, UNISINOS/UFRGS
Cientista Social (Ufrgs), Historiador (Unisinos) e Mestrando em História Latino-Americana pela UNISINOS/RS.
Publicado
2010-11-08
Como Citar
Cardozo, J. C. da S. (2010). Órfãos e estrangeiros no Juízo dos Órfãos. Oficina Do Historiador, 2(1), 97-108. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/oficinadohistoriador/article/view/7686
Seção
Artigos