Antônio, Bento e Domingos: paternidade na elite farroupilha (1835-1845)

  • Carla A.S. Barbosa
Palavras-chave: Paternidade, Rio Grande do Sul, Elite Farroupilha.

Resumo

Num contexto marcado pela guerra e preponderância das imagens masculinas, a figura paterna representava a segurança corporal e simbólica das famílias da elite farroupilha. Neste artigo, analiso as manifestações de paternidade nas correspondências pertencentes a este grupo, como as escolhas para a educação e o legado a ser herdado por seus filhos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Fontes impressas

ANAIS DO ARQUIVO HISTÓRICO DO RIO GRANDE DO SUL, (AAHRS – Coleção Varela), 17 volumes. Porto Alegre: Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul.

DIÁRIO DE ANTÔNIO VICENTE DA FONTOURA. Porto Alegre: Sulina/ Martins, Caxias do Sul: EDUCS, 1984.

COLETÂNEA DE DOCUMENTOS DE BENTO GONÇALVES DA SILVA – 1835/1845. Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Comissão Executiva do Sesquicentenário da Revolução Farroupilha, Subcomissão de Publicações e Concursos, 1985.

Jornal O Povo. Museu de Comunicação José Hipólito da Costa.

Fontes documentais

ORDENAÇÕES FILIPINAS. Livro 04, Tit. 80-107. Disponível em http: //www.uc.pt/ihti/proj/filipinas/ordenacoes.htm.

Referências bibliográficas

AGO, Renata. Jovens Nobres na Era do Absolutismo: autoritarismo paterno e liberdade. In: LEVI, Giovanni; SCHMITT, Jean-Claude (org.). História dos Jovens: da Antiguidade à Era Moderna. Vol.1. Tradução Claudio Marcondes, Nilson Moulin, Paulo Neves. São Paulo: Companhia das Letras, 1996, p. 325-369.

ALMEIDA, Marino Josetti. General Bento Gonçalves. In: Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Oficinas Gráficas da Imprensa Oficial, Ano XXVII, I a IV trimestre de 1947, n. 105-108, p. 31-46.

ANDERSON, Michael. Elementos para a História da Família Ocidental (1500-1914). Lisboa: EditoralQuerco, 1980.

ANDRADE, Mateus de Souza, et al. Cadernos de Graduação - Ciências Humanas e Sociais, Aracaju, out. 2012, v. 1, n.14, p. 175-181.

ANTUNES, De Paranhos. Antônio Vicente da Fontoura: o Embaixador dos Farrapos. Porto Alegre: Livraria do Globo, 1935.

BARBOSA, Carla A.S. A casa e suas virtudes: relações familiares e a elite farroupilha (RS, 1835-1845). 2009. Dissertação (Mestrado em História)-Unisinos,São Leopoldo, 2009.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Tradução Fernando Tomaz. 11 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007.

BRÜGGER, Sílvia Maria Jardim. Minas Patriarcal – Família e Sociedade (São João Del Rei, séculos XVIII e XIX). 2002. Tese (Doutorado)-Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2002.

BURGUIÈRE, André (org.). História da Família. Vol.1. Tradução Ana Santos da Silva e João Silva Saraiva. Lisboa: Terramar, 1996.

CUNHA, Zeferino José da. Apontamentos para a história da Revolução de 1835: Biographia de Domingos José de Almeida. Pelotas: Typographia da Livraria Americana, 1902.

DELUMEAU, Jean; ROCHE, Daniel (Dirs.). Histoire des pères et de la paternité. Paris: Larousse, 2000.

FABRÍCIO, José de Araújo. A descendência de Bento Gonçalves da Silva. Porto Alegre: Martins Livreiro, 1986.

FLORES, Moacyr. Revolução Farroupilha. Porto Alegre: Martins Livreiro, 1984.

GUAZZELLI, César Augusto Barcellos. O Horizonte da Província: a República Riograndense e os caudilhos do Rio da Prata (1835-1845). 1998. Tese (Doutorado em História) – UFRJ, Rio de Janeiro, 1998.

GUIMARÃES, João Pinto da Fonseca; FELIZARDO, Jorge Godofredo. Genealogia Riograndense. Vol. I. Porto Alegre: Globo, 1937.

KUZNESOF, Elizabeth A. A Família na Sociedade Brasileira: Parentesco, Clientelismo e Estrutura Social (São Paulo, 1700-1980). In: SAMARA, Eni de Mesquita (org.). Família e Grupos de Convívio.Revista Brasileira de História. São Paulo: ANPUH/ Marco Zero, vol.09, n.17, setembro de 1988/ fevereiro de 1989, pp. 37-63.

LÉVI-STRAUSS, Claude. As estruturas elementares do parentesco. 3 ed. Tradução Mariano Ferreira. Petrópolis: Vozes, 1982.

MACEDO, Francisco Riopardense de. Bento Gonçalves. 2 ed.Porto Alegre: IEL, 1996.

MARAVALL, José Antonio. Poder, honor y élites en siglo XVII. Madrid: Siglo Veintiuno Editores, 1989.

MAUSS, Marcel. Ensaio sobre a Dádiva. Forma e razão da troca nas sociedades arcaicas. In: ______. Sociologia e Antropologia. Vol.II. São Paulo: EDUSP, 1974.

MONSMA, IIº Encontro da Rede Internacional Marc Bloch de estudos comparados em história – Europa / América Latina, 2008.

MONTEIRO, Lorena. Sociedade e Cultura. Goiânia, v. 12, n. 1, p. 25-32, jan./jun. 2009.

NEVES, Ilka. Domingos José de Almeida e sua descendência. Porto Alegre: EDIGAL, 1987.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. A Revolução Farroupilha. São Paulo: Brasiliense, 1990.

PRIORE, Mary Del; AMANTINO, Marcia (Orgs.). História dos homens no Brasil. São Paulo: Editora Unesp, 2013.

REICHARDT, H. Canabarro. Bento Gonçalves. Porto Alegre: Globo, 1932.

ROHDEN, Fabíola. Honra e família em algumas visões clássicas da formação nacional. Revista Brasileira de Informação Bibliográfica em Ciências Sociais. Rio de Janeiro, n.48, 2º semestre de 1999, pp.69-89.

ROSA, Othelo. Vultos da Epopéia Farroupilha. Porto Alegre: Globo, 1935.

SAMPAIO, Fernando G. Bento Gonçalves: mito e história. Porto Alegre: Martins Livreiro, 1984.

SARACENO, Chiara. Sociologia da Família. Tradução M.F. Gonçalves de Azevedo. Lisboa: Editorial Estampa, 1997.

SPALDING, Walter. A epopéia farroupilha. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército, 1963.

______. Construtores do Rio Grande do Sul. I Volume. Porto Alegre: Editora Sulina, 1969.

______. Construtores do Rio Grande. III Volume. Porto Alegre: Editora Sulina, 1973.

STEWART, Frank Henderson. Honor. Chicago: The University of Chicago Press, 1994.

VARGAS, Jonas. Anais do XXVI Simpósio Nacional de História – ANPUH. São Paulo, julho, 2011.

Publicado
2018-01-11
Como Citar
Barbosa, C. A. (2018). Antônio, Bento e Domingos: paternidade na elite farroupilha (1835-1845). Oficina Do Historiador, 10(1), 44-59. https://doi.org/10.15448/2178-3748.2017.1.26760