Historiografia islâmica clássica: as narrativas sobre os primeiros anos do Islã

  • Michele Rosado de Lima Castro Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Islã Clássico, Historiografia, Autoria

Resumo

Esse trabalho tem como objetivo apresentar algumas características dos textos históricos produzidos no mundo islâmico ao longo dos séculos VIII, IX e X bem como discorrer acerca dos principais problemas debatidos entre os historiadores contemporâneos sobre a utilização deles como fontes para seus estudos sobre os primeiros anos do Islã. Os textos a que nos referimos constituem um valioso conjunto de documentos históricos, visto que são os mais antigos textos que chegaram até nós escritos pelos próprios muçulmanos sobre seu passado e sobre as origens do Islã. No entanto, há algumas características que suscitam problemas para os historiadores do tema, como, por exemplo, o fato de não serem relatos contemporâneos aos acontecimentos e a forma como essas narrativas foram construídas. Na primeira parte do texto, apresentaremos as considerações dos historiadores acerca do surgimento do interesse pela história entre os árabes. Na segunda parte, apontaremos as principais características desses textos e abordaremos outros dois problemas debatidos na historiografia atual sobre o tema: podemos chamar os escritores desses textos de autores? Podemos confiar nas informações fornecidas por esses textos sobre os primeiros anos do Islã? Finalmente, na terceira parte, tentaremos nos posicionar diante dos debates apresentados para, ao final, propormos uma forma de abordagem desses textos como fontes históricas. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michele Rosado de Lima Castro, Universidade Estadual de Campinas
Licenciada em História pela Universidade Federal de Ouro Preto e mestranda na Universidade Estadual de Campinas na Área de História Cultural, linha "Historiografia, religiões e cultura".

Referências

DE BLOIS, F.C. Tarikh. In: BEARMAN, PJ.; BIANQUIS, TH.; VAN DONZEL , E; HEINRIGHS, W. P. (Eds). The Encyclopaedia of Islam. Leiden: Brill, 2000. Vol 10, p 257-302.

BLOCH, Marc. A Apologia da História ou o Ofício do Historiador. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2002.

COOK, Michael; CRONE, Patricia. Hagarism: The Making of the Islamic World. Cambridge: Cambidge University Press, 1977.

CRONE, Patricia. Introduction. In: CRONE, Patricia. Slaves on Horses: The Evolution of the Islamic Polity. Cambridge: Cambridge University Press, 1980, p. 3-28.

DONNER, Fred McGraw. From Believers to Muslims:Confessional Self-identity in the Early Islamic Community. Al-Abhath: Journal of the Faculty of Arts and Sciences. Beirute. Vol 50-51, p. 9-53. 2003.

DONNER, Fred McGraw. Narratives of Islamic Origins: The beginnings of Islamic Historical Writing. New Jersey: The Darwin Press, 1998.

HOYLAND, Robert. History, fiction and authorship. in the first centuries of Islam. In: BRAY, Julia. Writing and representation in Medieval Islam. New York: Routledge, 2006, p. 16-46.

KHALDUN. Al-Muqaddimah. Translated by Franz Rosenthal. Princeton: Princeton University Press, 1967.

KHALIDI, Tarif. Arabic Historical Thought in the Classical Period. Cambridge: Cambridge University Press, 1994.

QURESHI, I. H. Historiography. In: SHARIF, M. M. A History of Muslim Philosophy. Kempten: Allgauer Heimatverlag, 1966, p. 1195-1218.

RICHARD, Yann. Shi’ite Islam. Cambridge: Blackwell Publishers, 1995.

ROBINSON, Chase F. Islamic Historiography.Cambridge: Cambridge University Press, 2003

ROSENTHAL, Franz. A History of Muslim Historiography. Leiden: Brill, 1968.

VEYNE, Paul. Como se Escreve a História. Brasília: Editora UnB. 1978.

AL-TABARI, Muhammad ibn Jarir. Tarikh al-Rusul wa al-Muluk. Various translators. Albany: State University of New York Press, 1989, 1990, 1996. Vols 1, 15 e 17.

Publicado
2018-12-18
Como Citar
Castro, M. R. de L. (2018). Historiografia islâmica clássica: as narrativas sobre os primeiros anos do Islã. Oficina Do Historiador, 11(2), 199-219. https://doi.org/10.15448/21778-3748.2018.2.26214
Seção
Artigos