Paris: prolegômenos de uma cidade moderna

  • Wallas Jefferson Lima Universidade Federal do Paraná
  • Edson Santos Silva Universidade Estadual do Centro-Oeste.
Palavras-chave: Urbanização. Modernidade. Segundo Império Francês.

Resumo

Paris é uma das cidades mais fascinantes e enigmáticas da Europa. Essa fascinação é facilmente compreensível: rica e original, à qual nada pode ser comparado em termos de História. Paris foi palco de três revoluções e gerou um modelo de urbanismo no século XIX absorvido e copiado em várias partes do mundo. Mas a toda essa admiração acrescenta-se um elemento de perplexidade, pois o historiador é inevitavelmente levado a se perguntar: Que vínculo específico existe entre Paris e o conceito de Modernidade? Esta é a principal questão a que David Harvey se propõe a solucionar na obra Paris, capital da Modernidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wallas Jefferson Lima, Universidade Federal do Paraná
Doutorando em História do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná - UFPR, vinculado a Linha de pesquisa "Espaço e Sociabilidades".
Edson Santos Silva, Universidade Estadual do Centro-Oeste.
Doutor em Literatura Portuguesa pela Universidade de São Paulo (USP). Professor do Ensino Superior do Departamento de Letras da Universidade do Centro-Oeste do Paraná, Campus Irati.

Referências

HARVEY, DAVID. Paris: Capital da Modernidade. Tradução Magda Lopes. São Paulo: Boitempo, 2015.

Publicado
2018-01-11
Como Citar
Lima, W. J., & Silva, E. S. (2018). Paris: prolegômenos de uma cidade moderna. Oficina Do Historiador, 10(2), 187-195. https://doi.org/10.15448/2178-3748.2017.2.22416