Fatores seculares no estabelecimento da Companhia de Jesus na Capitania do Rio de Janeiro e sua crise institucional

Palavras-chave: supressão oficial, Companhia de Jesus e crise institucional.

Resumo

Este artigo tem por objetivos verificar as circunstâncias nas quais a Companhia de Jesus, especificamente o colégio do Rio de Janeiro, integrou-se na hierarquia social colonial e transformou a incorporação de bens e riquezas num elemento significativo em sua logística, bem como, apresentar e discutir os principais acontecimentos pretéritos que conduziram a supressão da Ordem no século XVIII, investigando as prováveis causas desse acontecimento. A nuance da pesquisa foi bibliográfica e descritiva, concluindo que não houve uma causa definida que pudesse ser apontada como foco principal, mas sim, um conjunto de fatores econômicos, ideológicos e políticos que levaram a essa circunstância.

Palavras-chave: hierarquia social colonial, supressão oficial e crise institucional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ronaldo Teixeira Couto, Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO) Escola Superior de Polícia Militar PMERJ

Bacharel em Filosofia e mestre em História.

Pesquisador no projeto "Os jesuítas e a questão da escravidão", no Grupo de Pesquisas CNPq "Sociedades escravistas nas américas" da Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO).

Professor das disciplinas: História e formação social do Estado do Rio de Janeiro e Ética, responsabilidade social e sustentabilidade. Orientador metodológico dos cursos da Escola Superior de Polícia Militar (RJ).

Referências

ABREU, Maurício de Almeida. Geografia histórica do Rio de Janeiro (1502-1700). v. 1; v. 2. Rio de Janeiro: Andréa Jakobson Estúdio Editorial, 2010

ALENCASTRO, Luiz Felipe de. O trato dos viventes: formação do Brasil no Atlântico Sul – séculos XVI e XVII. São Paulo: Companhia das Letras, 2000

ALMEIDA, Maria Regina Celestino de. Metamorfoses indígenas: identidade e cultura nas aldeias coloniais do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2003

AMANTINO, Márcia. A expulsão dos jesuítas da Capitania do Rio de Janeiro e o confisco de seus bens. R.IHGB n. 443, abr./jun. 2009

______. Exposição do padre Antonio Vaz Pereira acerca da degradação dos índios do aldeamento de São Lourenço e de São Pedro: queixas contra os padres José dos Reis e Manoel de Andrade da Companhia de Jesus, 1757. R.IHGB, n. 437, out./dez. 2008

______. A fazenda jesuítica de São Cristovão: espaços de sociabilidades cativas e mestiças – Rio de Janeiro, século XVII. In: PAIVA, Eduardo França; AMANTINO, Márcia; IVO, Isnara Pereira. (orgs.). Escravidão, mestiçagens, ambientes, paisagens e espaços. São Paulo: Annablume, 2011

______; ENGEMANN, Carlos (orgs.). Santa Cruz: de legado dos jesuítas a perola da Coroa. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2013

______. Os jesuítas e seus bens na capitania do Rio de Janeiro: século XVIII In: Seminário-A Companhia de Jesus na América: pesquisas e contrastes. PUC RJ, 4 nov. 2011

ASSUNÇÃO, Paulo de. Negócios jesuíticos: o cotidiano da administração dos bens divinos. São Paulo: EdUSP, 2004

______. Os jesuítas no Brasil colonial. São Paulo: Atual, 2003

BELCHIOR, Elysio de Oliveira. Conquistadores e povoadores do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Brasiliana, 1965

BICALHO, Maria Fernanda Baptista. A cidade e o império: o Rio de Janeiro no século XVIII. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003

______. A cidade do Rio de Janeiro e a articulação da região em torno do Atlântico-Sul: séculos XVII e XVIII. Revista de História Regional. n. 3(2). Inverno 1998. Disponível em: “http://www.revistas.uepg.br”. Acesso em: 3 mar. 2015

BOXER, Charles R.. O império colonial português (1415-1825). Tradução Inês Silva Duarte. Lisboa: Edições 70, 1969

______. Salvador de Sá e a luta pelo Brasil e Angola (1602-1686). Tradução Olivério de Oliveira Pinto. São Paulo: Editora Nacional; Edusp, 1973

BRANDÃO, Renato Pereira. A Companhia, Gusmão e Pombal: do Tratado de Madri à expulsão do Império. R.IHGB, Rio de Janeiro. n. 443, abr./jun., 2009

CAEIRO, José. Jesuítas do Brasil e da Índia: na perseguição do Marquês de Pombal (século XVIII). Bahia: Academia Brasileira de Letras, 1936

CAETANO, Antonio Filipe Pereira. Entre drogas e cachaça: a política colonial e as tensões na América portuguesa (1640-1710). Maceió: EdUFAL, 2009

CAVALCANTE, Nireu. O Rio de Janeiro Setecentista: a vida e a construção da cidade, da invasão francesa até a chegada da Corte. Rio de Janeiro: Zahar, 2004

ENDERS, Armelle. A história do Rio de Janeiro. Tradução Joana Angélica d’Ávila Melo. 2. ed. Rio de Janeiro: Gryphus, 2009

ENGEMANN, Carlos. De laços e de nós. Rio de Janeiro: Apicuri, 2008

FRAGOSO, João. A nobreza vive em bandos: a economia política das melhores famílias da terra do Rio de Janeiro, século XVII. Algumas notas de pesquisa. Tempo. Rio de Janeiro. n. 15, 2003

______; ALMEIDA, Carla; SAMPAIO, Antonio Carlos Jucá de. Conquistadores e negociantes: história de elites no Antigo regime nos trópicos. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007

KEITH, Henry H. e EDWARDS, S. F. (orgs.). Conflito e continuidade na sociedade brasileira: ensaios. Tradução José Laurênio de Melo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1970

LANNES, Claudia Maria Corrêa. As igrejas jesuíticas fluminenses. In: CARVALHO, Anna Maria Fausto Monteiro de (org.). A forma e a imagem: arte e arquitetura jesuítica no Rio de Janeiro colonial. Rio de Janeiro: PUC RJ, 1991

LARA, Silvia Hunold. Fragmentos setecentistas: escravidão, cultura e poder na América portuguesa. São Paulo: Companhia das Letras, 2007

LEITE, Serafim. Cartas dos primeiros jesuítas do Brasil. São Paulo: Comissão do IV Centenário da Cidade de São Paulo, 1956

______. Suma histórica da Companhia de Jesus no Brasil, 1549-1760. Lisboa: Junta de Investigações do Ultramar, 1965

NAVARRO, Azpilcueta et. al. Cartas avulsas 1550-1568. São Paulo: EdUSP, 1988

NOBREGA, Manuel de. Cartas do Brasil (1549-1560). Rio de Janeiro: Officina Industrial Graphica, 1931

VAINFAS, Ronaldo. Dicionário do Brasil Colonial (1500-1808). Rio de Janeiro: Objetiva, 2000

VIEIRA, Antonio. História do futuro. Lisboa: [s.ed.], 1992.

WRIGHT, Jonathan. Los jesuitas: una historia de los “soldados de Dios”. Tradução José Antonio Bravo. Buenos Aires: Debate, 2005

Publicado
2015-11-24
Como Citar
Couto, R. T. (2015). Fatores seculares no estabelecimento da Companhia de Jesus na Capitania do Rio de Janeiro e sua crise institucional. Oficina Do Historiador, 8(2), 174-193. https://doi.org/10.15448/2178-3748.2015.2.20153