A IMIGRAÇÃO ITALIANA ATRAVÉS DA HISTÓRIA ORAL DAS ÍTALO-DESCEDENTES NO MUSEU ETNOGRÁFICO DA COLÔNIA MACIEL – PELOTAS/RS

  • Fabiano Neis Universidade Federal de Pelotas
Palavras-chave: Imigração Italiana, Pelotas, Museu Etnográfico da Colônia Maciel

Resumo

O presente artigo é resultante de uma pesquisa realizada no Banco de Imagens e Sons do Museu Etnográfico da Colônia Maciel. O trabalho aborda a imigração italiana na área colonial de Pelotas, localizada na Serra dos Tapes, através de entrevistas realizadas com moradoras da comunidade. O Museu Etnográfico da Colônia Maciel, inaugurado em junho de 2006 e mantido pelo Instituto de Memória e Patrimônio e pela Universidade Federal de Pelotas, faz parte de um Circuito de Museus da Colônia de Pelotas e está situado na Vila Maciel (8º distrito), instalado na antiga sede da Escola Garibaldi (fundada em 1929). O Museu tem por finalidade preservar a memória da comunidade e fomentar pesquisas através das três coleções que compõem o acervo (acervo oral, acervo visual e acervo material), todas originadas entre os moradores da localidade, que compartilham a identidade de descendentes de imigrantes italianos. A chegada dos imigrantes italianos na localidade teve início a partir de 1883 e está inserido no contexto imigratório do último quartel do século XIX. Embora esquecida pela bibliografia tradicional, a Colônia Maciel recebeu um número significativo de italianos que participaram da construção da identidade ítalo-pelotense. Através do olhar feminino podemos analisar a vida cotidiana dos imigrantes, bem como a chegada e o trabalho; e até mesmo, por meio de uma história comparada, as semelhanças e particularidades da imigração na Serra dos Tapes com a imigração na Serra Gaúcha.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiano Neis, Universidade Federal de Pelotas
Graduado em História-Licenciatura pela UFPel, mestrando no PPGH/UFPel
Publicado
2014-10-18
Como Citar
Neis, F. (2014). A IMIGRAÇÃO ITALIANA ATRAVÉS DA HISTÓRIA ORAL DAS ÍTALO-DESCEDENTES NO MUSEU ETNOGRÁFICO DA COLÔNIA MACIEL – PELOTAS/RS. Oficina Do Historiador, 655-670. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/oficinadohistoriador/article/view/19064