SON EN GENERAL LAS MÁS INCITANTES Y MÁS COMPLACIENTES DE TODAS: AS PERCEPÇÕES DE FELIX DE AZARA SOBRE RITUAIS DE MULHERES INDÍGENAS (AMÉRICA PLATINA, SÉCULO XVIII)

  • Elisa Fauth da Motta Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Palavras-chave: Felix de Azara. Populações Indígenas. Gênero. Rituais. América meridional.

Resumo

Este estudo contempla resultados preliminares de minha participação como bolsista de iniciação científica junto ao projeto “A ciência por escrito, ideias em movimento: um estudo de obras e de trajetórias de naturalistas e de médicos (América meridional, séculos XVIII, XIX e XX)”, bem como de aspectos que venho desenvolvendo na minha monografia de Conclusão de Curso. Dentre as obras dos naturalistas leigos do século XVIII previstos pelo projeto, me coube a análise de “Viajes por la America meridional” e “Apuntamientos para la historia natural de los quadrúpedos del Paraguay y Río de la Plata” do engenheiro militar Félix de Azara, visando à verificação da circulação e da apropriação das teorias sobre o Novo Mundo vigentes no século XVIII em sua produção. Neste artigo, apresento a análise do Tomo II da obra “Viajes por la America meridional”, priorizando os rituais de passagem realizados pelas mulheres indígenas que Azara descreveu, como os que eram realizados por ocasião da menarca e do casamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-10-18
Como Citar
Fauth da Motta, E. (2014). SON EN GENERAL LAS MÁS INCITANTES Y MÁS COMPLACIENTES DE TODAS: AS PERCEPÇÕES DE FELIX DE AZARA SOBRE RITUAIS DE MULHERES INDÍGENAS (AMÉRICA PLATINA, SÉCULO XVIII). Oficina Do Historiador, 1832-1850. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/oficinadohistoriador/article/view/19044