AS ORIGENS DA CIDADE MODERNA A REPÚBLICA VELHA NO VALE DOS SINOS

  • Alex Juarez Müller Universidade de Passo Fundo (UPF)
Palavras-chave: República Velha. Vale dos Sinos. Cidade. Representação. Imaginário

Resumo

objetivo desse artigo é identificar como ocorreu o processo de modernização das cidades de São Leopoldo e Taquara, na República Velha, para compreender os motivos da implantação da nova cidade sobre a antiga urbe colonial-imperial. Taquara e São Leopoldo estão localizadas no Rio Grande do Sul na região denominada de Vale do Rio dos Sinos, uma área de colonização portuguesa e alemã que exerceu na República Velha um importante papel na economia, política e cultura do Estado, já que era vital no abastecimento de alimentos da capital Porto Alegre e uma importante aliança dos republicanos. A modernização das áreas urbanas de São Leopoldo e Taquara na República tinham o objetivo de disciplinar os lugares por meio da interferência dos usos e costumes tradicionais da população. A modernização foi realizada sob a perspectiva da elite comercial que almejava o espaço urbano delimitado e distante da maioria populacional que vivia na zona rural. Essa análise é realizada por meio de fontes tais como: os códigos de posturas e bibliografias locais de diletantes disponíveis em acervos de instituições da região do Vale dos Sinos. Os resultados preliminares apontam que as cidades republicanas de São Leopoldo e Taquara reconfiguraram as representações urbanas através da segregação dos espaços urbano e rural, sob os interesses dos poderes locais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-10-17
Como Citar
Müller, A. J. (2014). AS ORIGENS DA CIDADE MODERNA A REPÚBLICA VELHA NO VALE DOS SINOS. Oficina Do Historiador, 1350-1365. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/oficinadohistoriador/article/view/19027