GAÚCHOS E BEDUÍNOS, DE MANOELITO DE ORNELLAS, E AS DISPUTAS EM TORNO DO PASSADO SUL-RIO-GRANDENSE.

  • Neandro Thesing Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Palavras-chave: Manoelito de Ornellas. Gaúchos e Beduínos. Historiografia regional.

Resumo

Em 1948, Manoelito de Ornellas publicou Gaúchos e Beduínos: a origem étnica e a formação social do Rio Grande do Sul, inserindo-se nos debates sobre a (re)formulação da identidade regional levadas a cabo em meados do século XX, no estado. Naquele momento, as disputas envolvendo o passado legítimo e os sentidos do ser gaúcho tomaram novos rumos, distintos daqueles nascidos com a criação do IHGRS e o "discurso oficial". Tanto a história disciplinar quanto os atores sociais envolvidos mudaram. Busca-se demonstrar as transformações ocorridas e como a obra insere-se no âmago desse processo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-10-17
Como Citar
Thesing, N. (2014). GAÚCHOS E BEDUÍNOS, DE MANOELITO DE ORNELLAS, E AS DISPUTAS EM TORNO DO PASSADO SUL-RIO-GRANDENSE. Oficina Do Historiador, 403-421. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/oficinadohistoriador/article/view/18990