“O QUE HÁ DE NOVO NA POLÍTICA?”: O JORNAL DIÁRIO POPULAR (PELOTAS-RS) FRENTE À REABERTURA POLÍTICA DE 1945.

  • Everton da Silva Otazu Universidade Federal de Pelotas
Palavras-chave: Experiência. Expectativa. Campo Político.

Resumo

Resumo: Este artigo é resultado de uma pesquisa realizada em notícias publicadas pelo jornal Diário Popular, da cidade de Pelotas-RS, durante o primeiro trimestre de 1945, sobre o futuro pleito eleitoral daquele ano. A partir da análise dessas fontes, se pode observar um importante debate sobre a situação política nacional, cujo seu pano de fundo é o Estado Novo brasileiro (1937-1945) e seus reflexos na sociedade. Quanto à estrutura metodológica do trabalho contamos com a contribuição de Roque Moraes e a “análise discursiva de conteúdo”, presente na seleção das matérias e na forma como compreendemos sua contribuição na narrativa. Como aporte teórico, trazemos as categorias denominadas “espaço de experiência” e “horizonte de perspectiva”, do historiado alemão Reinhart Koselleck e o apoio de outros historiadores renomados como E. P. Thompson, Benedict Anderson, Ângela de Castro Gomes e José Murilo de Carvalho. Sendo assim, este trabalho busca articular um importante suporte teórico-metodológico a uma análise documental criteriosa, que possa compreender de forma satisfatória o contexto histórico daqueles sujeitos naquele momento.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-10-17
Como Citar
Otazu, E. da S. (2014). “O QUE HÁ DE NOVO NA POLÍTICA?”: O JORNAL DIÁRIO POPULAR (PELOTAS-RS) FRENTE À REABERTURA POLÍTICA DE 1945. Oficina Do Historiador, 54-72. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/oficinadohistoriador/article/view/18951