ANTÔNIO DE SOUZA NETO E OS PERIÓDICOS NO BRASIL IMPÉRIO

  • Matheus Luís da Silva Universidade Federal de Santa Maria
Palavras-chave: História Política. Periódicos. Antônio de Souza Neto.

Resumo

Em setembro de 1865 o Brigadeiro Honorário do Exército Imperial Antônio de Souza Neto arregimentava seus colaboradores novamente (após terem sido licenciados alguns meses antes) para partir em direção à Guerra do Paraguai (1865-1870), onde acabaria morrendo. Neto foi um importante estancieiro militar do inicio do século XIX. Foi ele quem proclamou a República Rio-Grandense (1836), durante a Revolução Farroupilha (1835-1845), onde lutou contra o Império no contexto de construção e consolidação dos Estados Nacionais na Região Platina. Com o fim da guerra Neto foi residir em terras hoje pertencentes ao Uruguai, mas, segundo nossas pesquisas, seguiu tendo relevância político militar no contexto do Império. Nosso objetivo através deste trabalho é analisar sua atuação no período que antecede a Guerra do Paraguai (1865-1870), com base em publicações em jornais de época, bem como da bibliografia conhecida. Este trabalho que apresentamos aqui é resultado das pesquisas em andamento vinculadas ao projeto de mestrado “Trajetória e atuação político-militar de Antônio de Souza Neto”, realizadas junto ao Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Santa Maria, com vinculação à Linha de Pesquisa “Integração, Política e Fronteira”, financiado com bolsa de mestrado CAPES e orientado pela Professora Doutora Maria Medianeira Padoin.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-11-30
Como Citar
da Silva, M. L. (2014). ANTÔNIO DE SOUZA NETO E OS PERIÓDICOS NO BRASIL IMPÉRIO. Oficina Do Historiador, 3-15. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/oficinadohistoriador/article/view/18908