O morro do Borel e a memória material: percepções e escrita do passado a partir do livro de um morador

  • Mauro Amoroso UERJ/FEBF
Palavras-chave: Memória, favelas, Rio de Janeiro

Resumo

O objetivo do presente artigo é analisar a construção, as representações e os usos políticos de um suporte material para a memória de moradores de favelas, a partir de um caso específico ocorrido no Morro do Borel, favela do Rio de Janeiro. Trata-se do livro “As lutas do povo do Borel”, escrito por Manoel Gomes, antigo e já falecido morador local, ligado ao Partido Comunista Brasileiro (PCB), e lançado em 1980. A obra é um relato sobre o histórico de mobilização dos moradores dessa favela, desde os anos 1950, e o processo de resistência dos mesmos contra ameaças de remoção. Escrita e editada em um período de reconstrução da democracia e da participação política de diferentes grupos ligados ao movimento social, constitui um interessante caso para reflexão sobre o papel desse tipo de relato, bem como sua inscrição em um suporte material, para a construção de representações acerca dos moradores desses espaços e para o debate sobre a participação dos mesmos na construção de discursos sobre o passado, bem como o uso político desses.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mauro Amoroso, UERJ/FEBF
Professor adjunto da UERJ/FEBF e do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas (PPGECC).

Referências

ABRANTES, Paulo Roberto de A. “Novo período de redemocratização: política de urbanização. O novo e o velho, 1974-1980”. In: VALLA, Victor (org.) Educação e favela: políticas para as favelas do Rio de Janeiro (1940-1985). Rio de Janeiro: Ed. Vozes, 1986.

AMOROSO, Mauro. Caminhos do lembrar: a construção e os usos políticos da memória no Morro do Borel. Rio de Janeiro: Ponteio, 2014.

BERSTEIN, Serge. “La culture politique”. In: RIOUX, Jean-Pierre & SIRINELLI, Jean-François. (dir). Pour une histoire culturelle. Paris: Seuil, 1997.

CARVALHO, José Murilo de. A formação das almas: o imaginário da República no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

----. Cidadania no Brasil: um longo caminho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.

CAVALCANTI, Mariana. Of shacks, houses and fortresses: an ethnography of favela consolidation in Rio de Janeiro. Tese de doutorado. Chicago: University of Chicago, 2007.

CARDOSO, Elizabeth, VAZ, Lílian F., ALBERNAZ, Maria Paula, AIZEN, Mário & PECHMAN, Roberto Moses. História dos bairros, memória urbana: Tijuca. Rio de Janeiro: João Fortes Engenharia/ Index Editora, 1984.

CHOAY, Françoise. A alegoria do patrimônio. São Paulo: Ed. UNESP, 2001.

COSTA, Marcus de Lontra. “Favelas, Rio: a terceira cidade do Brasil”. Revista Módulo. Rio de Janeiro, n. 57, fev. 1980.

DARNTON, Robert. O beijo de Lamourette: mídia, cultura e revolução. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

FISCHER, Brodwyn. A poverty of rights: citizenship and inequality in twientieth century Rio de Janeiro. California: Stanford, 2008.

GOMES, Manoel. As lutas do povo do Borel. Rio de janeiro: Edições Muro, 1980.

GONÇALVES, Rafael Soares. Favelas do Rio de Janeiro: História e Direito. Rio de Janeiro: PUC-Rio/Pallas, 2013.

GUIMARÃES, Valéria Lima. O PCB cai no samba: os comunistas e a cultura popular (1945 – 1950). Rio de Janeiro: Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro, 2009.

GRYNSZPAN, Mario & PANDOLFI, Dulce. “Memória de favelas, em favelas: favelas do Rio de Janeiro e direito à memória”. In: GOMES, Angela de Castro (org.). Direitos e cidadania: memória, política e cultura. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2007.

HARTOG, François & REVEL, Jacques. “Note de conjuncture historiographique” In: Les usages politiques du passé. Paris: EHESS, 2001.

HEYMANN, Luciana Quillet. “O dévoir de mémoire na França contemporânea: entre memória, história, legislação e direitos. In: GOMES, Ângela de Castro. (org.) Direitos e cidadania: memória, política e cultura. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2007.

HUYSSEN, Andréas. Seduzidos pela memória: arquitetura, monumentos e mídia. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2000.

LAVABRE, Marie-Claire. “De la notion de mémoire à la production dês mémoires collectives”. In: C’EFAÏ, Daniel (dir.). Cultures politiques. Paris: PUF, 2001.

LEEDS, Anthony & LEEDS, Elizabeth. A sociologia do Brasil Urbano. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1978.

LIMA, Nísia Trindade Verônica. O movimento de favelados do Rio de Janeiro: políticas do Estado e lutas sociais. Dissertação de mestrado. Rio de Janeiro: PPGSCP-IUPERJ, 1989.

MAUÉS, Flamarion. “Os livros de denúncia de tortura após o golpe de 1964”. In: II Seminário Brasileiro do Livro e História Editorial. Rio de Janeiro: UFF/LIHED, 2009.

MOREL, Marco. Jornalismo popular nas favelas cariocas. Rio de Janeiro: RIOARTE, 1986.

NORA, Pierre. “Entre memória e história: a problemática dos lugares”. Projeto História. São Paulo: PUC, n. 10, dez. 1993.

PANDOLFI, Dulce. Camaradas e companheiros: memória e história do PCB. Rio de Janeiro: Relume-Dumará/Fundação Roberto Marinho, 1995.

---- & GRYNSZPAN, Mário. “Favelas e poder público: uma relação delicada”. In: OLIVEIRA, Lúcia Lippi (org.) Cidade: história e desafios. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2002.

POLLAK, Michael. “Memória, esquecimento e silêncio”. Estudos Históricos. Rio de Janeiro: v. 2, n. 3, 1989.

----. “Memória e identidade social”. Estudos Históricos. Rio de Janeiro, vol. 5, n.10, 1992.

SARLO, Beatriz. Tempo passado: cultura da memória e guinada subjetiva. São Paulo/Belo Horizonte: Cia. Das Letras/UFMG, 2007.

SILVA, Luiz Antônio Machado da. “A continuidade do “problema da favela”. In: OLIVEIRA, Lúcia Lippi (org.). Cidade: história e desafios. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2002.

VALLA, Victor & GONÇALVES, Jorge Ricardo. “O período autoritário de remoções: destruindo a autoconstrução para “ensinar” a auto-ajuda, 1962-1973”. In: VALLA, Victor (org.). Educação e favela: políticas para as favelas do Rio de Janeiro, 1940-1985. Petróplis: Ed. Vozes, 1986.

VALLADARES, Lícia. Passa-se uma casa: análise do programa de remoção de favelas do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1978.

Publicado
2015-11-23
Como Citar
Amoroso, M. (2015). O morro do Borel e a memória material: percepções e escrita do passado a partir do livro de um morador. Oficina Do Historiador, 8(2), 100-119. https://doi.org/10.15448/2178-3748.2015.2.18495