Considerações sobre historiografia e narrativa a partir da leitura de Peixe Grande

  • A P Leme Lopes Universidade de Brasília
Palavras-chave: Narrativa, Mímesis, Verdade

Resumo

A partir do filme Peixe grande, dirigido por Tim Burton em 2003, e do romance homônimo no qual ele foi baseado, publicado pelo americano Daniel Wallace em 1998, teço algumas considerações sobre a relação entre a História e as histórias. Argumento que tratar a historiografia como uma narrativa não limita nem constrange a possibilidade da existência de uma verdade histórica. Ao contrário. Durante milênios, as narrativas foram pensadas como representações (mímesis) do mundo. Aqui, procuro entender a narrativa não como reflexo, representação ou imitação de uma realidade pré-existente, mas sim como definidora e criadora de realidades próprias

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

A P Leme Lopes, Universidade de Brasília
Casado, tricolor de coração, fã de música, literatura e jogos de tabuleiro. Professor de Teoria e Metodologia da História na Universidade de Brasília (UnB), seu principal foco sempre foi a maneira como as histórias são contadas e, portanto, questões como a narrativa e os "outros" da história (romances, poesia, jogos, jornalismo, televisão, cinema) em diversas épocas fazem parte de seus interesses e pesquisas.

Referências

AUGUST, John. Big fish: the shooting script. Nova Iorque: Newmarket, 2004.

BURTON, Tim. Big fish. [Filme]. Direção de Tim Burton; roteiro de John August. Estados Unidos: Columbia Pictures, 2003. DVD/Blu-ray disc, 125 min. color.

BARTHES, Roland. O rumor da língua. Tradução de Mario Laranjeira. 2ª ed., São Paulo: Martins Fontes, 2004. Publicado originalmente em 1984.

BRANDÃO, Jacyntho Lins (1996). Narrativa e mimese no romance grego: o narrador, o narrado e a narração num gênero pós-antigo. Tese apresentada em concurso para o cargo de Professor Titular de Língua e Literatura Grega junto ao Departamento de Letras Clássicas da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais.

CASSIN, Barbara. O efeito sofístico: sofística, filosofia, retórica, literatura. Tradução de Ana Lúcia de Oliveira, Maria Cristina Franco Ferraz & Paulo Pinheiro. São Paulo: Ed. 34, 2005. Publicado originalmente em 1995.

CHARTIER, Roger. O mundo como representação. Estudos avançados (São Paulo: USP), vol. 5, num. 11, jan./abr. 1991. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php? pid=S0103-40141991000100010&script=sci_arttext>. Acesso em 20 jul. 2011.

Costa LIMA, Luiz. Clio em questão: a narrativa na escrita da história. In: RIEDEL, Dierce Côrtes (org.). Narrativa: ficção & história. Rio de Janeiro: Imago, 1988, p. 63-89.

. Mímesis: desafio ao pensamento. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000.

DANTO, Arthur C. Narration and knowledge (including the integral text of 'Analytical philosophy of history'). Nova Iorque: Columbia University Press, 2007. Publicados originalmente em 1965 e 1985.

DOLEŽEL, Lubomír. Mimesis and possible worlds. Poetics today, Durham, NC, vol. 9, num. 3, 1988, p. 475-496.

ECO, Umberto. Sobre a literatura: ensaios. Tradução de Eliane Aguiar. Rio de Janeiro: Record, 2003. Publicado originalmente em 2002.

FLUSSER, Vilém. Língua e realidade. 3ª ed., São Paulo: Annablume, 2007. Publicado originalmente em 1963.

GENETTE, Gérard. Fictional narrative, factual narrative. Poetics today (Durham, NC: Duke University Press), vol. 11, num. 4: Narratology revisited II, 1990, p. 755-773.

JAUSS, Hans-Robert. Expérience historique et fiction. In: GADOFRE, Gilbert (dir). Certitudes et incertitudes de l'Histoire. Trois colloques sur l'Histoire de l'Institut collégial européen. Paris: P.U.F., 1987, p. 117-132.

MACEDO, Mônica Medeiros Kother; WERLANG, Blanca Susana Guevara; DOCKHORN, Carolina Neumann de Barros Falcão. Vorstellung: a questão da representabilidade. Psicologia: ciência e profissão (Brasília: Conselho Federal de Psicologia), vol. 28, num. 1, mar. 2008. Disponível em <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?pid=S1414-98932008000100006&script= sci_arttext>. Acesso em 21 out. 2010.

OLIVEIRA, Inês Barbosa de& GERALDI, João Wanderley. Narrativas: outros conhecimentos, outras formas de expressão. In: OLIVEIRA, Inês Barbosa de (org.). Narrativas: outros conhecimentos, outras formas de expressão. Petrópolis, RJ: DP et alii/Rio de Janeiro: FAPERJ, 2010, p. 13-28.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. História & história cultural. 2ª ed., Belo Horizonte: Autêntica, 2008. Publicado originalmente em 2003.

POSTER, Mark. Manifesto for a history of the media. In: JENKIS, Keith; MORGAN, Sue & MUNSLOW, Alan (eds.). Manifestos for History. Londres/Nova Iorque: Routledge, 2007, p. 39-49.

RICŒUR, Paul. A memória, a história, o esquecimento. Tradução de Alan François et alli. Campinas, SP: Ed. UNICAMP, 2007. Publicado originalmente em 2000.

RYAN, Marie-Laure. Toward a definition of narrative. In: HERMAN, David (ed.). The Cambridge companion to narrative. Cambridge: Cambridge University Press, 2007, p. 22-35.

TATARKIEWICZ, Władysław. Historia de seis ideas. Arte, belleza, forma, creatividad, mímesis, experiencia estética. Tradução de Francisco Rodríguez Martín. 6ª ed., Madri: Tecnos, 2001. Publicado originalmente em 1976.

THÁ, Fabio. Representação e pensamento na obra freudiana: preliminares para uma abordagem cognitiva. Ágora: estudos em teoria psicanalítica (Rio de Janeiro: UFRJ), vol. 7, num. 1, jan. 2004. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1516-14982004000100007&script= sci_arttext>. Acesso em 3 dez. 2011.

VOIGT, André Fabiano. Ritmanálise e poético-análise em Gaston Bachelard: a palavra literária e a história. Anais do XXVI Simpósio Nacional de História (São Paulo: ANPUH), jul. 2011. Disponível em <http://www.snh2011.anpuh.org/resources/anais/14/1307708364_ARQUIVO_Ritmanaliseepoetico-analiseANPUH.pdf>. Acesso em 20 jun. 2012.

WALLACE, Daniel. Big fish – a novel of mythic proportions. Nova Iorque: Penguin, 1998.

WILSON, Barrie. Big Fish: understanding historical narrative. The journal of religion and popular culture (Saskatoon, Canadá: The University of Saskatchewan), vol. 18, 2008. Disponível em <http://www.usask.ca/relst/jrpc/art18-bigfish.html>. Acesso em 22 dez. 2009.

Publicado
2015-07-03
Como Citar
Leme Lopes, A. P. (2015). Considerações sobre historiografia e narrativa a partir da leitura de Peixe Grande. Oficina Do Historiador, 8(1), 100-117. https://doi.org/10.15448/2178-3748.2015.1.17880