O ESTABELECIMENTO DE COLÔNIAS AGRÍCOLAS CIVIS E MILITARES NA PROVÍNCIA DO PIAUÍ NO PÓS-GUERRA DO PARAGUAI (1865-1888)

  • Johny Santana Araújo UFPI
Palavras-chave: Colônias civis e militares, Piauí imperial, Ex-combatentes.

Resumo

O presente artigo pretende analisar a ação do governo imperial e provincial a fim de promover a ocupação do território do sul e sudoeste do Piauí através da criação de colônias civis e militares, processo amplamente desenvolvido entre os anos de 1870 a 1889 cujo um dos objetivos era assentar os ex-combatentes que retornavam da guerra do Paraguai e cujas promessas contidas no decreto 3.371 de 1865 previam a distribuição de terras em colônias agrícolas civis e militares. Outra questão de relevância na proposta do estudo esta relacionada ao objetivo do governo imperial e provincial em reavivar os antigos projetos de criação de colônias agrícolas, amplamente defendidas pelo General Couto Magalhães e por Francisco Adolfo de Varnhagen.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Johny Santana Araújo, UFPI
Departamento de História, Programa de Pós Graduação em História do Brasil, Area de História.
Publicado
2013-12-10
Como Citar
Araújo, J. S. (2013). O ESTABELECIMENTO DE COLÔNIAS AGRÍCOLAS CIVIS E MILITARES NA PROVÍNCIA DO PIAUÍ NO PÓS-GUERRA DO PARAGUAI (1865-1888). Oficina Do Historiador, 6(2), 57-77. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/oficinadohistoriador/article/view/13255
Seção
Artigos