Fronteiras de um mundo insólito: olhares estrangeiros sobre uma varanda híbrida

  • Luciana Morais da Silva UERJ
  • Flavio García Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Insólito Ficcional, Personagens, Hibridismo, Fronteiras, Trânsitos

Resumo

O trânsito entre nações e os conflitos por ele gerados são diálogos comuns na atualidade. Em Moçambique, o processo de configuração de nação/nacionalidade não ocorre de modo diferente. Ali, tem-se, porém, um agravante denunciado por Mia Couto – tanto em sua ficção, quanto em seus textos de opinião –, que se refere a diversidades de origem, até mesmo àquelas de foro linguístico – nesse caso, além da multiplicidade de línguas aborígenes, verifica-se, ainda, uma intravariedade na realização da língua portuguesa, que o escritor explora em suas “brincriações”. Nessa perspectiva, pode-se ler A varanda do frangipani, de Mia Couto, à luz dos conceitos de hibridismo, fronteiras e trânsitos – formação constitutiva do caráter de ruptura da obra, devido à irrupção do insólito ficcional, no campo fronteiriço da cultura. Mia Couto exercita uma escrita contra-hegemônica, sustentada no jogo intercambiante do olhar – quem, de onde, para onde, com que intenção, com que estratos de formação sociocultural olha e o que olha. ***************************************************** Frontiers of an unusual world: foreign views from a hybrid balcony The movement between nations and the conflicts it generates are common themes nowadays. In Mozambique, the process of configuration of nation/nationality is not different. There is, however, an aggravation of such process as pointed out by Mia Couto in his fiction and in his opinion texts: the diversity of origin and the linguistic diversity. Aboriginal languages, and varieties of the Portuguese language, which the writer explores with great skill in his “brincriações”. From this perspective Mia Couto, A varanda do frangipani, can be read in the light of the concepts of hybridism, borders and transit as the constitutive character of rupture of his work, due to the eruption of the Fictional Uncommon and as a reference for the observation of the “inside” and “outside” elements in the field of hybrid culture. Mia Couto exercises a counter-hegemonic written experience, sustained by the game of interchangeable views – who, where, where to, with what intention, and from what socio-cultural ackground one observes and is observed. Keywords: Fictional Uncommon; Characters; Hybridism; Borders; Transits

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Morais da Silva, UERJ
Atualmente é Doutoranda em Lieratura Comparada pela UERJ. Mestre em Letras (Literatura Portuguesa) também pela UERJ e em Letras Vernáculas (Literaturas Africanas) pela UFRJ desde 2012, com publicações nas áreas de Literatura Comparada; Literaturas de Língua Portuguesa; Literatura Galega dentre outras.

Referências

AFONSO, Maria Fernanda. O conto moçambicano: escritas pós-coloniais. Lisboa: Caminho, 2004.

AFONSO, Maria Fernanda. A problemática pós-colonial em Mia Couto: mestiçagem, sincretismo, hibridez, ou a reinvenção das formas narrativas. In: NÓBREGA, José Manuel da; MOTA, Nano Pádua de (Ed.). Estudos de Literaturas Africanas – Cinco povos, cinco nações. Atas do Congresso Internacional de Literaturas Africanas de Língua Portuguesa. Coimbra: Novo Imbondeiro, 2007. p. 546-553.

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Belo Horizonte: EdUFMG, 2003.

BRAIT, Beth. A personagem. Série Princípios. São Paulo: Ática, 1985.

CANCLINI, Néstor García. Culturas híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. 4. ed. São Paulo: EdUSP, 2008.

CARPENTIER, Alejo. Prefácio. In: O reino deste mundo. Rio de Janeiro: Record, 1985. (Mestres da Literatura Contemporanêa).

CARPENTIER, Alejo. A literatura do maravilhoso. São Paulo: Vértice, 1987.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Dicionário de símbolos. 3. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1990.

COUTO, Mia. Pensatempos – Textos de opinião. 2. ed. Lisboa: Caminho, 2005.

COUTO, Mia. O último voo do flamingo. São Paulo: Companhia das Letras, 2005a.

COUTO, Mia. A varanda do frangipani. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

COUTO, Mia. E se Obama fosse africano? E outras interinvenções. Lisboa: Caminho, 2009.

COUTO, Mia. Pensageiro frequente. Lisboa: Caminho,

COUTO, Mia. Entrevista concedida a MARTINS, Celina. O estorinhador Mia Couto. A poética da diversidade. Madeira: abril de 2002. Disponível em: http://www.revistabrasil.org/revista/artigos/celina3.html Acesso em: 21 maio 2010.

FONSECA, Maria Nazareth Soares; CURY, Maria Zilda Ferreira. Mia Couto: espaços ficcionais. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

GARUBA, Harry. Explorations in Animist Materialism: Notes on Reading/Writing African Literature, Culture, and Society. In: Public Culture, v. 15, n. 2, p. 261-285, Spring 2003. Disponível em: http://muse.jhu.edu/journals/public_ culture/toc/pc15.2.html Acessado em: 28 mar. 2012.

HALL, Stuart. Da diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Editora UFMG; Brasília: Representação da UNESCO no Brasil, 2003.

JOZEF, Bella. A máscara e o enigma. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 2006.

PEPETELA, Arthur Pestana. Lueji – o nascimento de um império. Porto, Portugal: União dos Escritores Angolanos, 1989.

REIS, Carlos. O conhecimento da literatura. Introdução aos estudos literários. 2. ed. Coimbra: Almedina, 2001.

REIS, Carlos; LOPES, Ana Cristina. Dicionário de narratologia. 7. ed. Coimbra: Almeida, 2002.

SOVIK, Liv. Apresentação – Para ler Stuart Hall. In: HALL, Stuart. Da diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Editora UFMG; Brasília: Representação da UNESCO no Brasil, 2003.

TUTIKIAN, Jane Fraga. Mia Couto: uma criação universal para uma identidade nacional. In: Velhas identidades novas – o pós-colonalismo e a emergência das nações de língua portuguesa. Porto Alegre: Sagra-Luzzatto, 2006. p. 57-88.

Publicado
2014-10-09
Como Citar
Silva, L. M. da, & García, F. (2014). Fronteiras de um mundo insólito: olhares estrangeiros sobre uma varanda híbrida. Navegações, 7(1), 77-85. https://doi.org/10.15448/1983-4276.2014.1.15217
Seção
Ensaios: Literaturas Africanas e Outras