A constituição trágico-metafórica do sertão na obra <i>Sargento Getúlio </i> de João Ubaldo Ribeiro

  • Kátia Caroline de Matia Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão
  • Wilson Rodrigues de Moura
Palavras-chave: Espaço, Personagem, Sertão, Tragédia.

Resumo

Este artigo objetiva analisar a relação metafórica constituída entre o espaço-sertão e o personagem Getúlio da obra Sargento Getúlio, de João Ubaldo Ribeiro, como elementos constituintes do conflito trágico que se estabelece na narrativa. Em Sargento Getúlio podemos compreender as semelhanças entre o espaço e o personagem a partir do momento em que analisamos ambos como uma simbiose metafórica existente no conflito trágico. Por meio das metáforas espaço/Sertão e personagem, é possível uma compreensão do processo de humanização do homem em seu meio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kátia Caroline de Matia, Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão
Graduada em Letras pela Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão (UEPR). Mestranda da Universidade Estadual de Maringá (UEM) em Estudos Literáros.
Publicado
2011-03-13
Como Citar
Matia, K. C. de, & Moura, W. R. de. (2011). A constituição trágico-metafórica do sertão na obra <i>Sargento Getúlio </i> de João Ubaldo Ribeiro. Letrônica, 3(2), 199-207. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/letronica/article/view/7460
Seção
Artigos