Marcello Gama: decadente, supersticioso e anárquico

  • Davi de Souza Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: Literatura brasileira, poesia, decadentismo.

Resumo

Marcello Gama (1878-1915), poeta do início do século XX, como muitos de seus contemporâneos, possui traços característicos do Simbolismo e do Decadentismo. No presente texto, após fazer uma breve apresentação do poeta, apresento três aspectos característicos de sua poesia, partindo de seu ‘intimismo’ lírico: o decadente, o supersticioso e o anárquico.

Biografia do Autor

Davi de Souza, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutorando em Literatura (UFSC), mestre em Ética e Filosofia Política (PUCRS), bacharel em Filosofia (UFSC) e tradutor literário (do francês e do espanhol).
Publicado
2010-12-21
Como Citar
Souza, D. de. (2010). Marcello Gama: decadente, supersticioso e anárquico. Letrônica, 3(1), 280-290. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/letronica/article/view/7096