O republicanismo cívico de Rousseau: conciliação entre dever e autonomia

  • Juliana Fischer de Almeida (PUC-PR) PUC-PR
Palavras-chave: republicanismo cívico, vida pública, vida privada, piedade

Resumo

O presente artigo objetiva apresentar a noção do republicanismo cívico rousseauniano, mostrando como a partir da conciliação entre vida pública – dever - e vida privada – autonomia - é possível, aos cidadãos, participarem das questões da República com um sentimento de patriotismo. As ideias de vontade geral, dever, autonomia e de religião civil serão desenvolvidas para a compreensão da proposta. E como a piedade auxilia na formação da consciência cívica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Fischer de Almeida (PUC-PR), PUC-PR
Mestranda em Filosofia pela PUC-PR, na linha de pesquisa em filosofia política.
Publicado
2011-07-21
Como Citar
Almeida (PUC-PR), J. F. de. (2011). O republicanismo cívico de Rousseau: conciliação entre dever e autonomia. Intuitio, 4(1), 91-107. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/intuitio/article/view/8829
Seção
Artigos