PCN's e o ensino de filosofia na escola pública: desafios e perspectivas

  • Luis Carlos Carlos Ribeiro Alves (UECE) UECE
Palavras-chave: Desafios. Ensino de Filosofia. PCNEM. Perspectivas.

Resumo

Este artigo objetiva analisar os Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio – PCNEM e as orientações ligadas à eles produzindo uma reflexão sobre a posição destes quanto à filosofia e seu ensino, caracterizando os principais desafios enfrentados pelos filósofo-educadores. Além dos Parâmetros Curriculares e das orientações posteriores do Ministério da Educação brasileiro parte de reflexões de filósofos como Kant e Hegel acerca da possibilidade do ensino-aprendizagem da filosofia, dialogando com reflexões contemporâneas acerca do ensino de filosofia encontradas em livros e artigos em revistas cientificas, procurou-se investigar e discutir a partir dos desafios encontrados pelos filósofo-educadores na sua prática docente e as perspectivas que se apontam como possíveis soluções a esses desafios. A metodologia da pesquisa foi a Revisão de Literatura seguida de estudo de caso acerca de metodologias utilizadas no ensino de filosofia nas escolas públicas de ensino médio. Os resultados permitiram verificar a importância da filosofia para o pleno desenvolvimento do educando, sobretudo quando são utilizadas metodologias de ensino que relacionam textos filosóficos a problemas do cotidiano dos estudantes, possibilitando um ensino de filosofia e um filosofar a partir da própria realidade dos estudantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-12-12
Como Citar
Ribeiro Alves (UECE), L. C. C. (2011). PCN’s e o ensino de filosofia na escola pública: desafios e perspectivas. Intuitio, 4(2), 215-223. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/intuitio/article/view/8500
Seção
Artigos