Nietzsche e o diagnóstico de decadência para a Alemanha do século XIX

  • Diogo Bogéa (PUC-Rio) PUC-Rio
Palavras-chave: Nietzsche, decadência, moral

Resumo

Temos por objetivo neste trabalho, apresentar a visão de Nietzsche sobre as principais forças políticas, sociais e culturais em jogo na Alemanha na segunda metade do século XIX – nacionalismo, liberalismo, cristianismo, ideais democráticos e socialistas – procurando esclarecer por que, segundo ele, seu tempo estaria permeado de profundos sintomas de decadência. Após uma definição do próprio conceito de decadência, analisaremos especialmente o primeiro tratado da obra A Genealogia da Moral, intitulado “Bem, mal, bom, mau”, buscando no pensamento crítico aí expresso, que apresenta a lógica da moral cristã de ressentimento, a chave de explicação nietzschiana para tal decadência de seu tempo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diogo Bogéa (PUC-Rio), PUC-Rio
Mestrando em Filosofia pela PUC-Rio
Publicado
2010-11-24
Como Citar
Bogéa (PUC-Rio), D. (2010). Nietzsche e o diagnóstico de decadência para a Alemanha do século XIX. Intuitio, 3(2), 56-72. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/intuitio/article/view/7719
Seção
Artigos