O PRINCÍPIO DA IGUAL LIBERDADE EM JOHN RAWLS: DESDOBRAMENTOS FORMAIS E MATERIAIS

  • João Leonardo Marques Roschildt (UFPel) Universidade Federal de Pelotas

Resumo

O presente artigo busca focalizar suas análises nas consequências filosóficas acerca do princípio da igual liberdade exposto pelo filósofo norte-americano John Rawls em sua obra Uma teoria da justiça, essencialmente no sentido de verificar a fundamentação e os desenvolvimentos formais e materiais do mesmo. Desta maneira, torna-se imperiosa a análise das bases filosóficas liberais das quais Rawls se valeu para a construção do seu princípio de justiça: neste trabalho, fundamentalmente John Locke. Após, este artigo estabeleceu uma breve verificação sobre a prioridade lexical do princípio da igual liberdade em face do segundo princípio de justiça para o sistema rawlsiano da justiça como eqüidade, abordando o valor e os direitos decorrentes do mesmo, tendo como objetivo delinear as características principais da liberdade em Uma teoria da justiça. PALAVRAS-CHAVE: Filosofia política. Justiça. Liberdade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Leonardo Marques Roschildt (UFPel), Universidade Federal de Pelotas
Bacharel em Direito pela Fundação Universidade Federal do Rio Grande - FURG - (2007), inscrito na OAB/RS sob o nº 75.780. Atualmente cursa o Mestrado em Filosofia da Universidade Federal de Pelotas - UFPel - (linha de pesquisa Direito, Sociedade e Estado), desenvolvendo atividades como Bolsista CAPES. Centraliza suas pesquisas nas obras do filósofo John Rawls, sob orientação do Prof. Dr. Carlos Adriano Ferraz. Mantém pesquisas nos campos de Filosofia Política e Filosofia do Direito.
Publicado
2009-12-03
Como Citar
Roschildt (UFPel), J. L. M. (2009). O PRINCÍPIO DA IGUAL LIBERDADE EM JOHN RAWLS: DESDOBRAMENTOS FORMAIS E MATERIAIS. Intuitio, 2(3), 164-179. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/intuitio/article/view/5996
Seção
Artigos