PROPRIEDADE PRIVADA E LIBERDADE EM HEGEL E MARX

  • Antônio José Lopes Alves (UNICAMP) Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo

RESUMO: O presente artigo pretende discutir as relações existentes entre da propriedade privada e Liberdade em Hegel e Marx. Em Hegel, a propriedade privada constitui-se em expressão da liberdade do indivíduo em sua forma acabada e efetiva, uma vez possuir aquela um nexo essencial com o conceito de pessoa. Mediante a propriedade, a vontade livre da pessoa se exerce como disposição absoluta sobre a coisa. Em Marx, ao contrário, a propriedade privada capitalista se desvela não como a realização da liberdade, mas apenas uma determinada forma histórica da produção, ela mesma, dotada de limites e contradições que se instauram na posição/deposição simultânea do agente que opera a produção, dos homens em sua atividade objetiva. A liberdade redundando no mundo do capital, em seu contrário, como se vê, em especial, no interior da relação entre capital e trabalho. PALAVRAS-CHAVE: Marx. Hegel. Propriedade privada. Liberdade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antônio José Lopes Alves (UNICAMP), Universidade Federal de Minas Gerais
Professor de Filosofia da UFMG - Colégio Técnico Mestre em Filosofia - UFMG Doutorando em Filosofia - UNICAMP Membro do Grupo de Pesquisa "Marxologia: Filosofia e Estudos Confluentes
Publicado
2008-11-21
Como Citar
Alves (UNICAMP), A. J. L. (2008). PROPRIEDADE PRIVADA E LIBERDADE EM HEGEL E MARX. Intuitio, 1(2), 49-67. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/intuitio/article/view/4221
Seção
Artigos