Percepção como fonte de crenças justificadas

  • Carlos Augusto Sartori Universidade Federal de Santa Maria
Palavras-chave: percepção, justificação, fundacionismo epistêmico.

Resumo

O fundacionismo epistêmico alega existir uma categoria de crenças, as crenças básicas, aptas a interromper com legitimidade a cadeia das justificações. No caso das crenças perceptuais, o regresso epistêmico retrocede até uma crença cuja justificação depende da própria experiência sensorial. A ideia subjacente é que as crenças enraizadas ou baseadas na percepção são justificadas e constituem conhecimento em virtude desse enraizamento ou embasamento. Seguindo Audi e Huemer, o problema que se pretende discutir é como a percepção nos fornece acesso ao mundo exterior e como a percepção fornece justificação para as crenças sobre o mundo exterior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Augusto Sartori, Universidade Federal de Santa Maria
Graduado em Filosofia pela Universidade de Caxias do Sul (1985), mestre em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1999) e doutor em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2006), com estágio na Rutgers University, New Jersey, EUA. Atualmente é professor da Universidade Federal de Santa Maria, RS. Tem experiência docente na área de Lógica, Filosofia da Linguagem e Teoria do Conhecimento. Desenvolve projeto de pesquisa na área de Epistemolgia.

Referências

AUDI, Robert. The architecture of reason. Oxford: Oxford U. P., 2001.

AUDI, Robert. “The sources of knowledge”. In: MOSER, Paul (ed.) The Oxford handbook of epistemology. Oxford; New York: Oxford U.P., 2002. p. 71-94.

AUDI, Robert. Contemporary Foundationalism. In: POJMAN, Louis (ed.). The theory of knowledge. 3rd. ed. Belmont, CA: Wadsworth. Publishing, 2003. p. 174-82.

AUDI, Robert. Epistemology: a contemporary introduction to the theory of knowledge. London; New York: Routledge, 2011. 404p.

AUDI, Robert. Doxastic innocence: phenomenal conservatism and grounds of justification. In: TUCKER, Chris (ed.). Seeming and justification. New essays on dogmatism and phenomenal conservatism. New York, NY: Oxford U. P., 2013. p. 182-201.

HUEMER, Michael. Skepticism and the veil of perception. Lanham, MD: Rowman & Littlefield, 2001.

HUEMER, Michael. Compassionate phenomenal conservatism. In: Philosophy and Phenomenological Research. Vol. 74, n. 1, 2007. p. 30-55.

SARTORI, Carlos A. A justificação prima facie das crenças perceptuais. In: Anales del 1er Congreso de la Sociedad Filosófica del Uruguay. Montevideo, SFU, 2012, vol. 1, p. 482-491.

SARTORI, Carlos A. O dilema de Sellars: desafio ao fundacionismo epistêmico. In: Veritas, vol. 54, n. 2, 2009. p. 96-108.

Publicado
2017-07-25
Como Citar
Sartori, C. A. (2017). Percepção como fonte de crenças justificadas. Intuitio, 10(1), 04-14. https://doi.org/10.15448/1983-4012.2017.1.28053
Seção
Autor Convidado