Três dogmas da metodologia metafísica

  • Gregory Gaboardi Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Resumo

Neste artigo Jessica Wilson examina os modos pelos quais pode haver progresso filosófico e o que pode afetar esse progresso ou explicar seu estágio atual, particularmente na área da metafísica. Wilson identifica e critica três posições que estariam sendo mantidas de modo dogmático por metafísicos e, com isso, prejudicando o progresso na área: a defesa do Ditado de Hume, a defesa de que a composição dos objetos é devidamente caracterizada pela mereologia clássica e a defesa de que disputas metaontológicas são disputas sobre a semântica de quantificadores. Wilson conclui que, embora persistam algumas tensões profundas envolvendo a possibilidade do progresso filosófico e as posições criticadas possam ser justificadas, atualmente a defesa dessas posições é dogmática e está prejudicando o progresso da metafísica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-07-25
Como Citar
Gaboardi, G. (2017). Três dogmas da metodologia metafísica. Intuitio, 10(1), 150-170. https://doi.org/10.15448/1983-4012.2017.1.27208