Os fundamentos das desigualdades sociais: propriedade privada entre Rousseau e Marx

  • Bruno G. Paixão Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) Instituto Lukács
Palavras-chave: Propriedade privada, classes sociais, desigualdade social.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo discutir a relação entre o surgimento da propriedade privada e as desigualdades sociais a partir de uma articulação entre textos de dois pensadores: Jean Jacques Rousseau e Karl Marx. O ponto em comum nessa articulação que o texto pretende demonstrar é o de que tanto as desigualdades quanto as classes sociais são fundadas pelo surgimento da propriedade privada, ou seja, tanto em Rousseau, que escreveu no século XVIII, quanto em Marx, que por sua vez é filho do século XIX, temos um mesmo elemento matricial que levou ao surgimento da relação de dominação do homem pelo o homem. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

LESSA, S. “Ética, Política e Serviço Social”. In: Revista Katalysis, Florianópolis, vol.8, n.2, 2005.

MARX, K. “Carta a Joseph Weydemeyer”. In: Obras escolhidas. Moscovo: Edições Progresso Lisboa, 1982.

_____. Manuscritos Econômico-Filosóficos. São Paulo: Boitempo, 2004.

_____. Sobre a Questão Judaica. São Paulo: Boitempo, 2010.

MARX, K. ENGELS, F. A Ideologia Alemã. 2007.

_____. Manifesto do Partido Comunista. Lisboa: Editorial Avante!, 1997.

ROUSSEAU, J-J. Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens. (Os Pensadores) 2.ed. São Paulo: Abril Cultural, 1979.

Publicado
2015-12-03
Como Citar
Paixão, B. G. (2015). Os fundamentos das desigualdades sociais: propriedade privada entre Rousseau e Marx. Intuitio, 8(2), 56-65. https://doi.org/10.15448/1983-4012.2015.2.18718
Seção
Artigos