[1]
L. M. Pereria, “A casa dos horrores e seus agentes: o DOI-Codi de São Paulo e o trabalho sujo na ditadura”, Estud. Ibero-Am. (Online), vol. 43, nº 2, p. 479-481, jun. 2017.