[1]
H. Trindade, “Observações finais de Hélgio Trindade sobre os comentários de Alexandre Pinheiro Ramos”, Estud. Ibero-Am. (Online), vol. 42, nº 2, p. 790-792, jun. 2016.