A diplomacia do anticomunismo: a influência do governo de Getúlio Vargas na interrupção das relações diplomáticas do Uruguai com a URSS em dezembro de 1935

  • Ana María Rodríguez Ayçaguer
Palavras-chave: Diplomacia, Anticomunismo, Revolução

Resumo

Quando aconteceram os levantes da ANL, em novembro de 1935, o regime de Vargas afirmou que os revolucionários contavam com o apoio da Legação soviética em Montevidéu. Embora o Itamaraty não pôde provar essa intromissão, o governo de Terra rompeu relações com a URSS, demonstrando a efetividade das pressões exercidas pela “diplomacia do anticomunismo”, bem como o caráter prioritário que tinha para o pequeno Uruguai a amizade com seu poderoso visión, o Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana María Rodríguez Ayçaguer
Departamento de Historia del Uruguay, Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación, Universidad de la República, Montevideo, Uruguay
Publicado
2008-12-03
Como Citar
Ayçaguer, A. M. R. (2008). A diplomacia do anticomunismo: a influência do governo de Getúlio Vargas na interrupção das relações diplomáticas do Uruguai com a URSS em dezembro de 1935. Estudos Ibero-Americanos, 34(1). https://doi.org/10.15448/1980-864X.2008.1.4526
Seção
Artigos