O TEATRO ABOLICIONISTA DE APOLINÁRIO PORTO ALEGRE

  • Moacyr Flores

Resumo

Os sócios da Sociedade Partenon Literário coordenaram o processo abolicionista de Porto Alegre, através de conferências , da imprensa e do teatro. A comédia Benedito e o drama Os Filhos da Desgraça fazem parte da campanha abolicionista, apontando a abolição como uma questão moralizante, pois segundo o consenso dos abolicionistas os escravos seriam a fonte de vícios de corrupção das famílias de seus proprietários.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1978-12-31
Como Citar
Flores, M. (1978). O TEATRO ABOLICIONISTA DE APOLINÁRIO PORTO ALEGRE. Estudos Ibero-Americanos, 4(2), 239-248. https://doi.org/10.15448/1980-864X.1978.2.30847
Seção
Artigos