Por uma história do cotidiano dos regimes autoritários no século XX

  • Janaína Martins Cordeiro Universidade Federal Fluminense
  • Lívia Gonçalves Magalhães Universidade Federal Fluminense

Resumo

Apresentação do Dossiê História, cotidiano e memória social: a vida comum sob as ditaduras no século XX

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AARÃO REIS, Daniel. Ditadura militar, esquerdas e sociedade. Rio de Janeiro: Zahar, 2000.

ALONSO, Gustavo. Cowboys do asfalto: música sertaneja e modernização brasileira. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015.

BERGERSON, Andrew Stuart. Ordinary Germans in extraordinary times. The Nazi revolution in Hildesheim. Bloomington: Indiana University Press, 2004.

BORGES, Nilson. A Doutrina de Segurança Nacional e os governos militares. In: FERREIRA, Jorge; DELGADO, Lucília de Almeida Neves (Org.). O Brasil Republicano. O tempo da ditadura: regime militar e movimentos sociais em fins do século XX. 2. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007. Vol. 4.

BURKE, Peter. Abertura: a Nova História, seu passado e seu futuro. In: BURKE, Peter (Org.). A escrita da história: novas perspectivas. São Paulo: UNESP, 1992.

CASTELLS, Luis. Introducción. In: Ayer (dossiê “La historia de la vida cotidiana”), n. 19, 1995.

CERTEAU, Michel. A invenção do cotidiano. Artes do fazer. Petrópolis: Vozes, 1998.

CORDEIRO, Janaina Martins. A ditadura em tempos de milagre: comemorações, orgulho e consentimento. Rio de Janeiro: FGV, 2015.

FITZPATRICK, Sheila. Le stalinisme au quotidien. La Russie Soviétique dans les années 30. Paris: Flammarion, 2002.

GRINBERG, Lucia. Partido político ou bode expiatório: um estudo sobre a Aliança Renovadora Nacional (Arena), 1965-1979. Rio de Janeiro: Mauad, 2009.

KOSLOV, Elissa Mailänder. Pour une histoire culturelle de l'Allemagne nazie. Ementa da disciplina. Disponível em: http:// www.ehess.fr/fr/enseignement/enseignements/2009/ue/1316/. Acesso em: 02 maio 2017.

KOTT, Sandrine; LÜDTKE, Alf. De l'histoire sociale à l'Alltagsgeschichte. Entretien avec Alf Lüdtke. In: Genèses, 3, 1991.

LE MOIGNE, Nicolas. L’Alltagsgeschichte: l’anthropologie historique allemande. Notionnaire, Paris, Encyclopædia universalis, 2005.

LÜDTKE, Alf (Org.). Histoire du quotidien. Paris: Maison des sciences de l'homme, 1994.

______. De los héroes de la resistencia a los coautores. ‘Alltagsgeschichte’ en Alemania. In: Ayer (dossiê “La historia de la vida cotidiana”), n. 19, 1995.

MAGALHÃES, Lívia G. Com a taça nas mãos: sociedade, Copa do Mundo e ditadura no Brasil e na Argentina. Rio de Janeiro: Lamparina, 2014.

MOTTA, Rodrigo Patto Sá. As universidades e o regime militar. Rio de Janeiro: Zahar, 2014.

PEUKERT, Detlev J. K. Inside Nazi Germany. Conformity,

opposition, and racism in everyday life. Yale University Press, 1987.

REVEL, Jacques. Alf Lüdtke (Éd.). Histoire du quotidien, annales. Histoire, Sciences Sociales, v. 50, n. 4, p. 805-808, 1995.

ROLLEMBERG, Denise; QUADRAT, Samantha Viz (Org.). A construção social dos regimes autoritários. Legitimidade, consenso e consentimento no Século XX. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010. Vol. 1: Europa.

TAVARES, Maria Hermínia de Almeida; WEIZ, Luiz. Carro zero e pau-de-arara: o cotidiano da oposição de classe média ao regime militar. In: SCHWARCZ, Lilia Moritz (Org.). História da vida privada no Brasil: contrastes da intimidade contemporânea. São Paulo: Companhia das Letras, 1998. Vol. 4.

Publicado
2017-06-05
Como Citar
Cordeiro, J. M., & Magalhães, L. G. (2017). Por uma história do cotidiano dos regimes autoritários no século XX. Estudos Ibero-Americanos, 43(2), 242-249. https://doi.org/10.15448/1980-864X.2017.2.27337