Entre a liberdade e a ordem: o jornal O Estado de São Paulo e a ditadura (1969-1973)

  • Rodrigo Patto Sá Motta Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Imprensa, Ditadura, Caricatura, Censura, Acomodação.

Resumo

O artigo analisa as representações políticas divulgadas pelo jornal Estadão no período mais agudo da ditadura, a fase entre o AI5 e o começo da distensão do governo Geisel. O objetivo é compreender as estratégias do jornal diante da ditadura militar que, de acordo com a análise apresentada neste texto, variaram entre a adesão e a acomodação. No período em foco, o Estadão batalhou para trazer a ditadura mais perto dos valores liberais e para isso lançou mão tanto de recursos verbais como visuais, assumindo riscos que acabariam provocando a censura prévia. A parte final do artigo aborda a estratégia do jornal no debate sucessório do governo Médici, quando pressionou para que o novo presidente iniciasse um processo de institucionalização ou normalização, o que nos termos do periódico significava fortalecer as instituições liberais sem romper com o poder militar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABRAMO, Cláudio. A regra do jogo. São Paulo: Companhia das Letras, 1988.

ABREU, Alzira Alves de. 1964: a imprensa ajudou a derrubar o governo Goulart. In: Ferreira , Marieta de Moraes (Org.). João Goulart. Entre memória e a história. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006. Vol. 1. p. 107-128.

AQUINO, Maria Aparecida. Censura, imprensa, Estado autoritário (1968-1978): o exercício cotidiano da dominação e da resistência: o Estado de São Paulo e Movimento. Bauru: Edusc, 1999.

CAPELATO, Maria Helena; PRADO, Maria Lígia. O bravo matutino: imprensa e ideologia no jornal O Estado de S. Paulo. São Paulo: Alfa-Omega, 1980.

CORDEIRO, Janaina Martins. A ditadura em tempos de milagre: comemorações, orgulho e consentimento. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2015.

GASPARI, Elio. A ditadura derrotada. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

MOTTA, Rodrigo Patto Sá. Os expurgos de 1964 e o discurso anticorrupção na caricatura da grande imprensa. Tempo e Argumento, v. 8, p. 9-39, 2016. https://doi.org/10.5965/2175180308182016009

______. A Ditadura nas representações verbais e visuais da grandeimprensa (1964-1969). Topoi, v. 14, n. 26, p. 62-85, jan./jul. 2013. https://doi.org/10.1590/2237-101X014026005

SMITH, Anne-Marie. Um acordo forçado. O consentimento da imprensa à censura no Brasil. Rio de Janeiro: FGV, 2000.

Publicado
2017-06-05
Como Citar
Motta, R. P. S. (2017). Entre a liberdade e a ordem: o jornal O Estado de São Paulo e a ditadura (1969-1973). Estudos Ibero-Americanos, 43(2), 367-379. https://doi.org/10.15448/1980-864X.2017.2.26037
Seção
Dossiê: História, cotidiano e memória social: a vida comum sob as ditaduras no século XX