Modernismo e identidade nacional: algumas considerações

  • Hélio R. S. Silva Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, RS
Palavras-chave: Modernismo, Identidade nacional, Brasilidade

Resumo

As pertinentes críticas ao sentimento de desterro no próprio Brasil, produzidas pelos modernistas a partir da década de 1920, terminaram por enrijecer demais a noção de brasilidade, ignorando a pluralidade cultural do país. A irreverência modernista institucionalizada servia de incentivo a um certo blaseísmo, entronizado como marca da modernidade, obscurecendo a inevitável solenidade dos pactos sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2000-12-31
Como Citar
Silva, H. R. S. (2000). Modernismo e identidade nacional: algumas considerações. Estudos Ibero-Americanos, 26, 81-93. https://doi.org/10.15448/1980-864X.2000.s.25192