A trama autoritária: direitas e violência no Uruguai

  • Rodrigo Santos de Oliveira Universidade Federal do Rio Grande e Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Resumo

Resenha da obra La trama autoritaria. Derechas y violencia en Uruguay (1958-1966) da historiadora uruguaia Magdalena Broquetas, na qual a autora analisa a ascensão da direita uruguaia que formou a base para o posterior período de ditadura civil-militar (1973-1985). Um estudo amplo abordando como os grupos de direita no Uruguai chegaram ao poder, a partir da análise de suas bases sociais, influências ideológicas e práxis política. Além disso, discute a interação desses grupos internos com outras nações dentro de um contexto de Guerra Fria.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Santos de Oliveira, Universidade Federal do Rio Grande e Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Professor Adjunto dos Cursos de Bacharelado e Licenciatura em História

Referências

BROQUETAS, Magdalena. La trama autoritaria: derechas y violência en Uruguay (1958-1965). Montevidéo: Ediciones de La Banda Oriental, 2014. 280 p.

Publicado
2015-07-16
Como Citar
Oliveira, R. S. de. (2015). A trama autoritária: direitas e violência no Uruguai. Estudos Ibero-Americanos, 41(1), 201-208. https://doi.org/10.15448/1980-864X.2015.1.21099