Imagens do Brasil, nos anos de 1955-1956, na visão do poeta surrealista e viajante francês Benjamin Péret

  • Robert Ponge UFRGS
Palavras-chave: Benjamin Péret, Brasil, Viagem

Resumo

O poeta surrealista francês Benjamin Péret morou duas vezes no Brasil: em 1929-1931 e em 1955-1956. Após um breve relato de sua agitada e multifacetada trajetória de vida (1899-1959), o presente trabalho objetiva dar uma ideia da imagem (e das imagens) que, em seus escritos, Benjamin Péret ofereceu do Brasil urbano durante parte de sua segunda permanência no Brasil. Baseado em sua correspondência (complementada, quando necessário, com outros documentos), este artigo concentra-se em dois aspectos: por um lado, sua visão do Rio de Janeiro (às vezes contrastada com suas lembranças de sua primeira estada, nos anos 1929- 1931); por outro lado, suas anotações e comentários relativos à viagem que o levou às capitais do Norte e Nordeste. Encerra apresentando o balanço que o escritor francês fez de sua segunda estada brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Robert Ponge, UFRGS
Graduado e pós-graduado em Letras pela Universidade de Paris (França), doutor em Letras pela Universidade de São Paulo, professor titular aposentado da UFRGS, é, atualmente, professor convidado do Departamento de Línguas Modernas e do Programa de Pós- Graduação em Letras da mesma instituição.
Publicado
2012-12-31
Como Citar
Ponge, R. (2012). Imagens do Brasil, nos anos de 1955-1956, na visão do poeta surrealista e viajante francês Benjamin Péret. Estudos Ibero-Americanos. https://doi.org/10.15448/1980-864X.2012.s.12462