Músicos italianos na América Latina entre os séculos XIX e XX: lembranças e testemunhos

  • Adriana Guarnieri Corazzol Università Ca’ Foscari Venezia
Palavras-chave: Músicos italianos, América Latina, Séc. XIX-XX

Resumo

Este texto destaca as memórias de experiências pessoais deixadas por uma dúzia de músicos italianos na América do Sul, nos anos 1880-1920 (período em que o fenômeno da emigração italiana para a região alcançou o seu auge), associada a informações fornecidas por familiares e colegas. Literatura biográfica secundária é também levada em conta. As questões que aparecem com maior frequência nestas notas pessoais e memórias são as condições da viagem, os contratos, os teatros, a acolhida da plateia e as atividades de lazer. O texto investiga as experiências destes trabalhadores da música como cantores de ópera, diretores de orquestra, compositores e maestros em sua busca de sucesso. No texto, são discutidas as experiências das seguintes personalidades: Francesco Tamagno, Gemma Bellincioni, Arturo Toscanini, Giacomo Puccini, Michele Puccini, Ada Giachetti, Enrico Caruso, Nazzareno De Angelis, Luigi Mancinelli, Pietro Mascagni, Gino Marinuzzi, Beniamino Gigli.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Guarnieri Corazzol, Università Ca’ Foscari Venezia
Laureada em Letras Modernas na Faculdade de Pisa. Professora de História da Música na Faculdade de Magistério da Universidade de Florença, na Faculdade de Letras e Filosofia da Universidade Ca’ Foscari de Veneza, onde continua lecionando. Membro do comitê diretivo musical do Centro de Estudos Giacomo Puccini, do Arquivo Gabriele d’Annunzio, da CIS (California Italian Studies) e da revista Venezia Arti. Presidente do Conselho dos Administradores da Associação dos Docentes Universitários Italianos de Música.
Publicado
2012-12-31
Como Citar
Corazzol, A. G. (2012). Músicos italianos na América Latina entre os séculos XIX e XX: lembranças e testemunhos. Estudos Ibero-Americanos. https://doi.org/10.15448/1980-864X.2012.s.12458