O Brasil de Max Leclerc

  • Janete Silveira Abrão Universidad Europea de Madrid
Palavras-chave: Max Leclerc, Viajante estrangeiro, História brasileira, Identidade nacional

Resumo

O jornalista e viajante francês Max Leclerc foi enviado ao Brasil, em dezembro de 1889, para escrever sobre a recém-instalada República, pelo Journal des Débats, de Paris, um dos diários mais influentes da França. A coletânea de artigos foi publicada, em 1942, pela Editora Nacional, em forma de livro, traduzido por Sérgio Milliet com o título “Cartas do Brasil”. O objetivo deste estudo, portanto, é analisar os escritos de Max Leclerc sobre a crise do Império e a instauração da República no Brasil. A análise contempla ainda suas impressões sobre a sociedade e o “caráter nacional” brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janete Silveira Abrão, Universidad Europea de Madrid
Doutora em História Contemporânea pela Universitat de Barcelona, 2007. Professora do PPGH-PUCRS.
Publicado
2012-12-31
Como Citar
Abrão, J. S. (2012). O Brasil de Max Leclerc. Estudos Ibero-Americanos. https://doi.org/10.15448/1980-864X.2012.s.12457