Performances híbridas no pensamento utópico de Modesto Brocos y Gomez (1852-1936)

  • Heloísa Selma Fernandes Capel UFG
  • Geraldo Witeze Junior Universidade Estadual de Goiás
Palavras-chave: Utopia, Sátira, Eugenia

Resumo

Este artigo tem como objetivo discutir as performances híbridas do pensamento de Modesto Brocos y Gomez. Utilizamos como fonte o livro Viaje a Marte (1930), obra ficcional que transita entre o gênero utópico e o modo anedótico. Para tanto, procuramos analisar a vinculação do autor ao gênero literário utópico e a sua relação com a sátira, ligando-os às discussões do final do século XIX e início do século XX sobre o embranquecimento do povo brasileiro, levando também em consideração as telas que pintou sobre o tema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Heloísa Selma Fernandes Capel, UFG
Professora do Programa de Pós-Graduação em História da UFG. Doutora em Educação pela Unesp.
Geraldo Witeze Junior, Universidade Estadual de Goiás
Professor dos cursos de História e Letras da UEG - unidade Jussara/GO. Mestre em Teoria e História Literária pela Unicamp. Doutorando em História pela UFG.
Publicado
2012-12-31
Como Citar
Capel, H. S. F., & Witeze Junior, G. (2012). Performances híbridas no pensamento utópico de Modesto Brocos y Gomez (1852-1936). Estudos Ibero-Americanos, 38(2). https://doi.org/10.15448/1980-864X.2012.2.12071
Seção
Artigos