A configuração das alianças golpistas nas ditaduras de Brasil e Argentina: uma perspectiva a partir da imbricação cívico-militar

  • Hernán Ramírez UNISINOS
Palavras-chave: Ditaduras do Cone Sul, Alianças golpistas, Cívico-militar

Resumo

Neste artigo nos propomos a debater a configuração das alianças entre setores civis e militares que deflagraram os golpes de Estado e instauraram regimes ditatoriais no Brasil e na Argentina. Interessa-nos caracterizar tanto a sua constituição inicial quanto as dinâmicas que produziram sucessivas configurações dentro dessas próprias administrações, determinando nuances particulares, já que elas incidiram profundamente tanto nas políticas implementadas quanto nos setores que se lhes podiam contrapor.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-07-02
Como Citar
Ramírez, H. (2012). A configuração das alianças golpistas nas ditaduras de Brasil e Argentina: uma perspectiva a partir da imbricação cívico-militar. Estudos Ibero-Americanos, 38(1). https://doi.org/10.15448/1980-864X.2012.1.11586
Seção
Dossiê Estado, Sociedade Civil: ditaduras na América Latina do Século XX