A gestação do golpe no Uruguai: o governo Bordaberry e o papel dos militares (1972-1973)

  • Enrique Serra Padrós UFRGS
  • Ananda Simões Fernandes Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Uruguai, Governo Bordaberry, Golpe de Estado

Resumo

A conjuntura política uruguaia entrou em franco processo de deterioração a partir de 1968 e se acelerou no biênio 1972-1973. A falta de respostas do governo Bordaberry para atender as demandas a tanto tempo sistência de uma política econômica que inviabilizou qualquer expectativa de mudança de rumo em curto prazo, à ascensão das Forças Armadas e às dramáticas opções políticas realizadas. Estes fatores acabaram resultando no golpe de Estado no Uruguai, em 27 de junho de 1973.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-07-02
Como Citar
Padrós, E. S., & Fernandes, A. S. (2012). A gestação do golpe no Uruguai: o governo Bordaberry e o papel dos militares (1972-1973). Estudos Ibero-Americanos, 38(1). https://doi.org/10.15448/1980-864X.2012.1.11584
Seção
Dossiê Estado, Sociedade Civil: ditaduras na América Latina do Século XX