Uso de placa interoclusal no tratamento da síndrome da apnéia/hipopnéia do sono (SAHOS): Uma revisão sistemática

  • Fabiane Flach Couto
  • Fernanda Breitenbach Renz
  • Márcio Lima Grossi

Resumo

A Síndrome da Apnéia-hipopnéia Obstrutiva do Sono (SAHOS) é uma desordem do sistema respiratório durante o sono. É definida por uma combinação de sintomas como, o excesso de sono durante o dia e distúrbio respiratório. Distúrbio respiratório é um termo que inclui ronco simples, resistência da vias aéreas superiores e apnéia obstrutiva do sono. Os fatores de risco para o desenvolvimento da síndrome são: obesidade, anomalias maxilofaciais, amígdalas tonificadas, macroglossia e avanço da idade. Ao tratar a apnéia obstrutiva do sono o clínico pode escolher entre procedimentos não-invasivos (dispositivos intraorais), cirúrgicos ou farmacológicos. Os aparelhos intraorais trabalham pelo avanço mandibular, através do qual afastam os tecidos da garganta e aumentam a tonicidade da musculatura da região. Eles são indicados no caso de apnéias leves e moderadas. O número de dispositivos intraorais disponíveis para os dentistas continua crescendo, objetivo destes é o mesmo, manter o espaço orofaríngeo aberto o suficiente para prevenir esforços respiratórios causadores de ronco, apnéia e agitação durante o sono. Eles são individuais e confeccionados por dentistas com conhecimento na área.
Como Citar
Couto, F. F., Renz, F. B., & Grossi, M. L. (2009). Uso de placa interoclusal no tratamento da síndrome da apnéia/hipopnéia do sono (SAHOS): Uma revisão sistemática. Revista Da Graduação, 2(2). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/graduacao/article/view/6059
Seção
Ciências Biológicas