A Árvore da Juventude: Etapas para o cultivo de uma prática profissional emancipatória

  • Maria Gabriela Carrizo Mallmann

Resumo

Este trabalho pretende, “plantar uma árvore” cujo nome é: “Juventude Brasileira”. O objetivo é apresentar a experiência profissional da autora junto a jovens em situação de vulnerabilidade social, cujo acesso ao primeiro emprego, tinha como meta oportunizar atividades educativas para geração de trabalho e renda ligadas ao meio ambiente, tendo em vista a emancipação dos sujeitos. O desvelamento da realidade dos jovens, sobre a qual se incidiu um processo de transformação, revelou uma população desmobilizada politicamente, que não reconhecia a importância do trabalho produzido para o meio ambiente e não participava das questões surgidas no cotidiano do trabalho. Diante deste contexto, a autora percebeu a necessidade de aprofundar-se teoricamente acerca de categorias como: juventude, trabalho e meio ambiente, a fim de uma intervenção profissional pautada pelo respeito à diversidade e pelo incentivo ao protagonismo dos sujeitos.
Como Citar
Mallmann, M. G. C. (2009). A Árvore da Juventude: Etapas para o cultivo de uma prática profissional emancipatória. Revista Da Graduação, 2(2). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/graduacao/article/view/6047
Seção
Ciências Socias