Pilotagem e ergonomia cognitiva: um estudo exploratório do <i>scan flow</i> de pilotos

  • Thomas Treteski

Resumo

O vôo por instrumentos é imprescindível para o crescimento e manutenção da aviação comercial mundial como um meio de transporte seguro e eficiente. Para a realização de vôos neste tipo de condições, é necessário que os pilotos detenham, dentre outras aptidões, boas capacidades cognitivas, que podem ser aprimoradas com um treinamento eficiente. Esta monografia tem como objetivo, analisar o scan flow de pilotos na realização de manobras básicas de vôo a partir dos elementos da cognição: conhecimento, estratégia e atenção. Baseado na análise de tarefas cognitivas aplicadas (Applied Cognitive Task Analysis) que foi desenvolvida pelo Centro de Desenvolvimento e Pesquisa Pessoal da Marinha Americana (Navy Personnel Research and Development Center), foi desenvolvido um método de análise do scan flow de pilotos. Esta pesquisa conseguiu identificar a importância do conhecimento, estratégia e dinâmica atencional durante a pilotagem. Segundo Woods (1994) todas as falhas estão relacionadas com estes três aspectos. Por este motivo, esta pesquisa exploratória comparou os desvios realizados pelos participantes durante a pesquisa de campo com estes três fatores da cognição. Os resultados alcançados apontam para o conhecimento como base para a dinâmica atencional e a estratégia. Sendo assim, a fundamentação teórica dessa monografia está relacionada com ergonomia cognitiva e fatores humanos.
Como Citar
Treteski, T. (2009). Pilotagem e ergonomia cognitiva: um estudo exploratório do <i>scan flow</i> de pilotos. Revista Da Graduação, 2(1). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/graduacao/article/view/4984
Seção
Ciências Exatas