A UTILIZAÇÃO DE PLANTAS MEDICINAIS, DE USO POPULAR, COMO COADJUVANTE NO CONTROLE DO DIABETES MELITO TIPO II POR PACIENTES CADASTRADOS NO PROGRAMA HIPERDIA

  • Sonia Beatris Pereira EDIPUCRS
Palavras-chave: Etnobotânica, Hiperglicemia, Equipe multidisciplinar de saúde.

Resumo

O diabetes melito tipo II (DM2) caracteriza-se por ser uma doença crônico-degenerativa que interfere na ação ou secreção do hormônio insulina provocando alterações na homeostase do organismo. Comumente esta patologia se destaca em pessoas que apresentam sobrepeso e sedentarismo. Muito antes do advento da insulina injetável, uma das opções para tratar os sintomas da DM2 eram as plantas medicinais. Este hábito popular permanece em uso nos dias atuais, tanto por aspectos culturais quanto pelo fato de ser um recurso acessível a todos, principalmente nas populações de baixo nível sócio econômico. O objetivo deste trabalho é identificar, junto aos pacientes cadastrados nas Unidades Básicas de Saúde do Extremo Sul da cidade de Porto Alegre, o uso de plantas medicinais como prática alternativa no tratamento da hiperglicemia, bem como o que conhecem sobre as plantas utilizadas. É de suma importância este esclarecimento, pois se sabe que o uso indiscriminado destas plantas podem trazer riscos à saúde. A coleta de dados para este estudo será feita na forma de questionário semiestruturado aplicado aos usuários das Unidades Básicas de Saúde, frequentadores dos encontros semanais do Programa de cadastramento e acompanhamento de hipertensos e diabéticos, o Hiperdia. Os dados obtidos pelo estudo poderão subsidiar estratégias e condutas acerca deste hábito junto à equipe multidisciplinar, para uma melhor orientação destes usuários.
Publicado
2014-11-12
Como Citar
Beatris Pereira, S. (2014). A UTILIZAÇÃO DE PLANTAS MEDICINAIS, DE USO POPULAR, COMO COADJUVANTE NO CONTROLE DO DIABETES MELITO TIPO II POR PACIENTES CADASTRADOS NO PROGRAMA HIPERDIA. Revista Da Graduação, 7(2). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/graduacao/article/view/19331
Seção
Faculdade de Biociências