ANÁLISE DA RESISTÊNCIA DE UNIÃO ENTRE CIMENTO RESINOSO E CERÂMICA FELDSPÁTICA COM E SEM APLICAÇÃO DE ADESIVO

  • Bruna Gomes Daudt EDIPUCRS
  • Ana Maria Spohr
Palavras-chave: adesivo, cerâmica feldspática, cimento resinoso.

Resumo

Este trabalho teve o objetivo de avaliar a influência do adesivo na resistência de união entre cimento resinoso e cerâmica feldspática. Para realização deste estudo, foram utilizados 40 discos de cerâmica feldspática incluídos em resina acrílica e distribuídos aleatoriamente em quatro grupos com 10 discos cada: Grupo 1 – ácido fluorídrico + silano + adesivo + RelyX ARC; Grupo 2 – ácido fluorídrico + silano + adesivo + RelyX U200; Grupo 3 – ácido fluorídrico + silano + RelyX ARC; Grupo 4 – ácido fluorídrico + silano + RelyX U200. Cones de resina composta Z250 foram cimentados sobre a cerâmica utilizando os cimentos resinosos sob carga de 1 Kg, seguido de fotoativação. Após 24 horas de armazenamento em água a 37º C, os corpos de prova foram submetidos ao teste de tração em máquina de ensaio universal com velocidade de 1 mm/min. De acordo com ANOVA e o teste de Tukey, o Grupo 1 (28,34 MPa) e o Grupo 2 (28,05 MPa) não diferiram estatisticamente entre si (p>0,05) e foram estatisticamente superiores ao Grupo 3 (21,92 MPa) e Grupo 4 (18,19 MPa) (p<0,05), os quais também não diferiram estatisticamente entre si. A aplicação do adesivo mostrou contribuir para a obtenção de maiores valores de resistência de união.
Publicado
2014-11-12
Como Citar
Gomes Daudt, B., & Maria Spohr, A. (2014). ANÁLISE DA RESISTÊNCIA DE UNIÃO ENTRE CIMENTO RESINOSO E CERÂMICA FELDSPÁTICA COM E SEM APLICAÇÃO DE ADESIVO. Revista Da Graduação, 7(2). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/graduacao/article/view/19326
Seção
Faculdade de Odontologia