A falta de limites na relação pais e filhos e o papel da escola

  • Gabriela Adamatti Rodrigues
  • Rita de Cássia Petrarca Teixeira
Palavras-chave: Limites. Família. Escola. Problemas de Comportamento.

Resumo

Este estudo se propõe a investigar a falta de limites na relação pais e filhos e o modo como isto se reflete na escola, através de uma pesquisa de caráter exploratório e descritivo, realizado exclusivamente por meio de fontes bibliográficas. Problemas de comportamento e indisciplina escolar podem estar associados à falta de limites e poderão ser resolvidos de forma mais eficaz se houver uma melhor relação entre família e escola, pois essas instituições exercem papel preponderante na construção de limites e podem agir tanto como propulsoras quanto como inibidoras do desenvolvimento do sujeito. Para compreender isto, estudou-se os diversos estilos parentais e o quanto isto se relaciona com a falta de limites. Chegou-se a conclusão de que o estilo parental permissivo negligente tem sido o mais comum, o que corrobora com o que tem aparecido nas escolas. Buscou-se identificar a percepção das crianças e dos pais acerca da necessidade dos limites e a dificuldade dos pais de imporem limites aos filhos. Neste aspecto identificou-se fatores tais como culpa, insegurança e excesso de compromissos dos pais. Além disso, se pretendeu analisar as consequências da falta de limites na educação e no rendimento escolar dos filhos e discutir o papel da escola frente à falta de limites dos alunos, a qual tem tido que atuar cada vez mais a favor da criança.

Biografia do Autor

Gabriela Adamatti Rodrigues
Gilbertto Keller
Como Citar
Rodrigues, G. A., & Teixeira, R. de C. P. (2011). A falta de limites na relação pais e filhos e o papel da escola. Revista Da Graduação, 4(2). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/graduacao/article/view/10092
Seção
Faculdade de Psicologia