População em situação de rua: contextualização e caracterização

  • Ana Paula Motta Costa

Resumo

Este artigo apresenta a problemática das pessoas em situação de rua, tendo como pano de fundo a sociedade contemporânea, centrada no consumo e não na produção, que produz diariamente pessoas subjugadas pessoal e socialmente, com difícil perspectiva de mudança social, ao mesmo tempo em que o estado desloca sua função de bem-estar social para campos repressivos. Busca-se contextualizar a realidade de exclusão social que vive essa parcela da população, avançando na definição dos principais problemas enfrentados, na perspectiva da violação de direitos e das estratégias de sobrevivência desenvolvidas.
Palavras-chave – População em situação de rua. Sociedade contemporânea. Exclusão social. Políticas públicas.
Resúmen
El artículo presenta la problemática de las personas que viven en las calles, en el contexto de la sociedad contemporânea, que no se centra en la produción, sino en el consumo, esa misma sociedad produle en el cotidiano personas individual y socialmente subyugadas, con escasas perspectivas de mudança social. Mientras tanto, el estado despleza su función de bienestar social, hacia campos más bien repressivos. El artículo intenta contextualizar la realidad de exclusión social vivida por esos grupos, asimesmo, intenta avanzar hacia la definición de los principales problemas por afrontar, desde uma perspectiva de violación de derechos y de las estratégias de supervivencia desarolladas.
Palabras-llave – Personas en situación de calle. Sociedad contemporanea. Exclusión social. Políticas públicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2006-10-26
Como Citar
Costa, A. P. M. (2006). População em situação de rua: contextualização e caracterização. Textos & Contextos (Porto Alegre), 4(1), 1-15. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fass/article/view/993
Seção
Entre a Exclusão e a Inclusão Social