Alcoolismo Feminino: início do beber alcoólico e busca por tratamento

  • Dilma Fatima Assis Universidade Vale do Sapucaí
  • Norida Teotônio de Castro UNIVÁS
Palavras-chave: alcoolismo, muheres, inicio do beber, tratamento

Resumo

Objetivo: Conhecer o perfil, as circunstâncias do início do uso do álcool pela mulher alcoolista e as condições reguladoras da busca pelo tratamento. Métodos: Pesquisa com 15 mulheres de um Ambulatório de Saúde Mental, utilizando: formulário estruturado e entrevista semiestruturada. Os dados foram analisados pela estatística descritiva e a análise das entrevistas baseada na técnica de análise de conteúdo. Resultados: idades entre 40 a 49 anos; baixa escolaridade, solteiras, família variante e de baixa renda, não praticavam atividade física e a maioria tabagistas (figuras de 1 a 5). A maioria iniciou no uso de álcool na adolescência ou na vida adulta. Foram encaminhadas ou procuraram espontaneamente, pelo serviço, com desejo de parar e/ou reduzir o uso e também por problemas associados. Conclusão: O uso nocivo de álcool demandará maiores reflexões diante dos múltiplos fatores que envolvem o fenômeno alcoolismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dilma Fatima Assis, Universidade Vale do Sapucaí
Estudante de Mestrado em Saúde Coletiva. Sou assistente Social formada em 1982 pela PUC Campinas, atuo na área da saúde, com dependentes químicos e familiares
Norida Teotônio de Castro, UNIVÁS
Psicóloga/UFMG, Mestre em Psicologia Clínica/PUCCAMP. Doutora em Comunicação e Semiótica/PUCSP, Docente na Universidade do Vale do Sapucaí-UNIVÁS.
Publicado
2010-12-23
Como Citar
Assis, D. F., & de Castro, N. T. (2010). Alcoolismo Feminino: início do beber alcoólico e busca por tratamento. Textos & Contextos (Porto Alegre), 9(2), 358 - 370. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fass/article/view/7260
Seção
Política de Saúde