Supervisão Profissional em Serviço Social: uma experiência de supervisão externa a coordenadores de serviços domiciliários para pessoas idosas / Professional Supervision in Social Work: an external supervisory experience the home care service...

Palavras-chave: Serviço social. Supervisão profissional. Serviços de apoio domiciliário. Intervenção social.

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar um projecto de supervisão profissional desenvolvido por assistentes sociais, docentes do departamento de Serviço Social de uma universidade, denominados de supervisores externos, a assistentes sociais, profissionais responsáveis pela coordenação dos serviços domiciliários para as pessoas idosas, de uma organização sem fins lucrativos. Esta organização desenvolve atividades de ação social na cidade de Lisboa e estabeleceu uma parceria com o departamento de Serviço Social para melhorar as práticas profissionais em serviços de apoio domiciliário para pessoas idosas. No âmbito do relato desta experiência, evidenciamos o projecto de supervisão profissional externa tendo presente alguns casos analisados e considerando o modo como este processo pode potenciar o desenvolvimento pessoal e profissional dos assistentes sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Irene Lopes B. de Carvalho, ULHT
Assistente Social, licenciada, mestre e Doutorada em Serviço Social. Professora auxiliar convidada no ISCSP Ulisboa

Referências

AA.VV. Portugal 1995 –2000. Perspectivas da evolução social (Portugal 1995 –2000). Lisboa: DEPP/MTS e Celta Editora, 2002.

ALARÇÃO, I.; CANHA, B. Supervisão e colaboração – Uma relação para o desenvolvimento. Porto: Porto Editora, 2013.

BURIOLLA, M. A. F. O estágio supervisionado. 2.ed. São Paulo: Cortez, 1999.

CARVALHO, M.I.L.B. Envelhecimento e cuidados domiciliários em instituições de solidariedade social. 1.ed. Lisboa: Coisas de Ler, 2012a. V.1.

CARVALHO, M. I. L. B. Supervisão em serviço social, percurso para o desenvolvimento profissional e pessoal: um estudo exploratório. Locus [email protected], Revista de Serviço Social, Política Social & Sociedade, v.1, n.4, pp. 46-65, 2012b.

CARVALHO, M.I. Social work and intervention with older people in Portugal: a critical point of view. European Journal of Social Work, published in 16 de march, 2014. http://dx.doi.org/10.1080/13691457.2014.905459.

DOMINELLI, L. Serviço social com pessoas idosas: intervenção orientada para o mercado ou para serviços universais? In: CARVALHO, Maria Irene (Coord.). Serviço social no envelhecimento. Lisboa: Pactor, 2013, pp. 67-80.

FALEIROS, V. P. Uma experiência de supervisão na área psicossocial: desafios teórico-práticos. Revista Katálysis, v. 12, n. 2, pp. 258-267, 2009. http://dx.doi.org/10.1590/S1414-49802009000200016.

GIL. A.P. Heróis do quotidiano, dinâmicas familiares na dependência. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2010.

HOWE, K.; GRAY, I. Effective supervision in social work. London: Sage Publications, 2013.

INE. Censo 2011. Portugal: INE, 2011.

INGRAM, R. Emotions, social work practice and supervision: an uneasy alliance? Journal of Social Work Practice, Published online: 16 nov. 2012, pp. 5-19, 2012.

ISS, IP. Relatório de Atividades do ISS, IP. Lisboa: ISS.IP, 2012.

KADUSHIN, A.; HARNESS, D. Supervision in social work. 5th edition. New York: Columbia University Press. Revised fourth edition published 2014.

NASW; ASWB. Best practice standards in social work supervision. Nacional Association of Social Workers & Association of Social Work Boards, 2013

O´DONOGHUE, K. Global-vision, local-vision, personal-vision and social work supervision. In: Aotearoa New Zealand Association of social workers conference. Local and global vision held in Christchurch, 31 October - 2 November, 2002.

PORTUGAL. Decreto de Lei n.º 101/2006, de 6 de junho. Cria a Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, 2006.

PORTUGAL. Decreto de Lei n.º 64/2007, de 14 de março. Define o regime de licenciamento e de fiscalização da prestação de serviços dos estabelecimentos de apoio social, 2007.

PORTUGAL. Portaria n.º 38/2013, de 30 de janeiro. Estabelece as condições de instalação e funcionamento do serviço de apoio domiciliário, e revoga o Despacho Normativo n.º 62/99, de 12 de Novembro, que aprova as normas que regulam as condições de implantação, localização, instalação e funcionamento dos serviços de apoio domiciliário, 2013.

RAMIREZ, A. C. La supervisión profesional. Working paper, 2006.

RICHMOND, M. Social diagnosis. New York: Russell Sage Foundation, 1917.

RANQUET, M. La supervision en travail social. Pierre d'angle ou Pierre d'achoppement, Privat, 1976.

SHOHET, R. Passionate supervision. London: Jessica Kingsley Publishers, 2008.

SELLER, E. P. Supervisión y prácticas en trabajo social. Madrid: Diego Marin, 2010.

TSUI, M. Social work supervision, contexts and concepts. London: Sage Publication, 2005.

ULHT e SCML. Projecto de supervisão profissional. Lisboa, 2008.

VIEIRA, B. O. Modelos de supervisão em serviço social. Rio de Janeiro: Agir, 1981.

WONNACOTT, J. Mastering social work supervision. London and Philadelphia: Jessica Kingsley Publishers, 2012.

Publicado
2016-06-06
Como Citar
de Carvalho, M. I. L. B. (2016). Supervisão Profissional em Serviço Social: uma experiência de supervisão externa a coordenadores de serviços domiciliários para pessoas idosas / Professional Supervision in Social Work: an external supervisory experience the home care service. Textos & Contextos (Porto Alegre), 15(1), 212-224. https://doi.org/10.15448/1677-9509.2016.1.22043
Seção
Formação e supervisão profissional